Taça de Inglaterra. Quarto escalão pune Ranieri duas vezes

Newport afasta o Leicester (2-1), campeão há dois anos e meio. Na altura, era orientado por Claudio Ranieri, que também caiu com estrondo. O Fulham perdeu em casa com o Oldham (1-2), igualmente do quarto escalão

Dois escândalos desportivos na Taça de Inglaterra. Se ao início da tarde o Fulham de Claudio Ranieri se viu desfeitiado pelo Oldham, do quarto escalão (League Two), em casa (1-2), a equipa que o italiano conduziu ao inusitado título inglês em 2016 foi solidária. O Leicester foi batido por outra formação do quarto escalão: 1-2 na visita ao Newport, do País de Gales.

Em Gales, Matt (10 minutos) e Amond (85', de penálti) tornaram golo de Ghezzal (82') numa inutilidade. Ian Wright, ex-ponta-de-lança do Arsenal e da seleção inglesa, que agora é comentador, diz que Claude Puel perdeu devido a soberba. Elegeu uma equipa de segundas figuras (sem Vardy ou Ricardo Pereira - ficou no banco) e o adversário ganhou coragem.

Já o Manchester City, campeão em título, preveniu-se e esmagou o Rotherham, por 7-0. Muito por causa do nível geral do plantel: jogaram 'segundas opções' como Walker, Otamendi, Zinchenko, De Bruyne, Gundogan, Foden, Gabriel Jesus e Riad Mahrez. Ficaram no banco Danilo, Laporte, Sané, Bernardo Silva e Fernando Silva. Aguero e Davdi Silva nem foram chamados.

Mas tanta qualidade dá para tudo, ou quase tudo. Perante um adversário do Championship (segundo escalão, os golos sucederam-se a bom ritmo. Sterling (12'), Foden (43'), Ajayi (auto-golo, 45+1'), Gabriel Jesus (53'), Mahrez (73'), Otamendi (78') e Sané (85'), que entretanto tinha entrado. Um destaque: Gundogan fez quatro assistências para golo.

Com Domingos Quina durante os 90 minutos, o Watford venceu por 2-0 na deslocação ao terreno do Woking, da sexta divisão inglesa, com golos de Will Hughes (13') e Troy Deeney (74').

O Barnet, do quinto escalão, eliminou o Sheffield United, do segundo, ao vencer por 1-0, enquanto o Millwall afastou o Hull City (2-1) e o Queens Park Rangers bateu o líder do Championship, o Leeds (2-1).

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG