Mais uma demissão nos órgãos sociais do Sporting

Bernardo Simões deixa o Conselho Fiscal e Disciplinar por razões pessoais e profissionais, um dias depois de anunciadas duas saídas no Conselho Diretivo pelo mesmo motivo.

Bernardo Simões apresentou esta terça-feira a demissão do cargo que desempenhava no Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD) do Sporting.

Esta é a terceira baixa nos órgãos sociais dos leões em apenas dois dias, uma vez que nesta segunda-feira o Conselho Diretivo liderado por Frederico Varandas tinha visto sair o vice-presidente Filipe Osório de Castro e o vogal Rahim Ahamad. Num comunicado, o Sporting tinha aidantado que a saída destes dois dirigentes se deviam a razões pessoais e profissionais, algo que o presidente leonino acabaria por confirmar mais tarde numa entrevista concedida ao canal 11, na qual explicou que ambos ficaram com as suas vidas "muito mais dificultadas por causa da pandemia de covid-19".

As razões da demissão de Bernardo Simões, um dos sete elementos efetivos do CFD, ainda não são conhecidas, uma vez que o Sporting ainda não oficializou esta saída dos órgãos sociais. Ainda assim, DN sabe que o dirigente também alegou razões pessoais e profissionais para abandonar o cargo, sendo que o seu lugar vai ser preenchido por Vasco Matos, suplente do Conselho Fiscal e Disciplinar até ao momento.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG