Lindsey Vonn, a super-campeã anuncia o adeus às pistas

O Mundial de esqui que se realiza a partir de segunda-feira na Suécia será a sua última competição. "O meu corpo não tem recuperação e não me deixa ter a última temporada que sonhei", justifica

A norte-americana Lindsey Vonn, de 34 anos, anunciou esta sexta-feira que o Campeonato do Mundo de Esqui que se realiza em Are, na Suécia, a partir de segunda-feira, será a última competição em que vai participar como esquiadora.

O adeus às pistas foi feito através das redes sociais, assumindo que viveu "duas semanas emotivas" durante as quais tomou "a mais dura decisão" da sua vida. "Tenho de aceitar que não posso continuar nas corridas de esqui", acrescentou, abordando ainda as leões que a impedem de estar ao mais alto nível e que a levaram mesmo à mesa de operações, na última primavera, por causa da falta de cartilagem no joelho esquerdo, naquilo que era um segredo que agora revelou.

"O meu corpo não tem recuperação e não me deixa ter a última temporada que sonhei", sublinhou.

Para trás fica uma longa carreira que, na prática, se iniciou depois de ter aprendido a andar de esqui pela mão do avô. Em 2002 começou a competir ao mais alto nível, tendo conquistado 82 vitórias em campeonatos do mundo, uma marca incrível apenas superada pelo sueco Ingemar Stenmark, que nas décadas de 1970 e 1980, conquistou 86 triunfos em provas mundiais de slalom e slalom gigante.

Lindsey Vonn conquistou ainda dois títulos de campeã do mundo de downhill e super-G, o título olímpico de downhill em 2010 e conquistou as taças do mundo de 2008, 2009, 2010 e 2012.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG