Sporting chegou, controlou, marcou seis e segue em frente na Liga Europa

Leões não deram hipóteses em Baku, frrente a um frágil Qarabag, e mostrou boas dinâmicas no segundo jogo de Keizer, que consegue a sua primeira vitória como treinador em competições europeias. Diaby e Wendel em destaque

O Sporting garantiu esta quinta-feira o apuramento para a próxima fase da Liga Europa, ao golear o Qarabag, em Baku, por expressivos 6-1, quando ainda falta uma jornada da fase de grupos. Marcel Keizer soma a segunda vitória em dois jogos pelos leões e consegue a sua primeira vitória como treinador nas competições europeias.

Os leões entraram praticamente a vencer no encontro, com Bas Dost a converter uma grande penalidade, sofrida pelo próprio, logo por volta dos 5'. No entanto, o Qarabag aproveitou uma desatenção da defesa leonina, e uma bola nas costas resultou no empate logo dez minutos depois, por Zoubir.

O Sporting podia ter abanado, mas não abanou. Aliás, durante grande parte do encontro o 4x3x3 de Marcel Keizer mostrou-se bastante confortável em jogo, controlando-o mesmo sem bola. Este conforto, porém, nunca resultou em displicência, e o golo do Qarabag é uma pequena mancha na exibição leonina.

E foram precisos só mais cinco minutos para Wendel dar a bola a Bruno Fernandes e o português rematar de fora da área para o 2-1. Halldorsson, guarda-redes islandês do Qarabag, ficou mal visto no lance. Deste golo até ao sexto o Sporting esteve como quis no jogo, pressionando em cima ou esperando mais atrás. O terceiro golo surgiu de uma jogada individual de Nani, que ultrapassou uma série de oponentes antes de fazer o 3-1. Estavam feitos quatro golos em quatro remates enquadrados para ambas as equipas. Antes do intervalo Bruno Fernandes teve de tirar uma bola quase em cima da linha, mas pouco mais o Qarabag assustou.

Dos primeiros 45 minutos fica uma ideia clara: o meio-campo de Keizer estava a funcionar de forma ideal. Gudelj jogava de forma simples e Bruno Fernandes e Wendel (a aproveitar a segunda vida no Sporting) tinham uma boa dinâmica quer a defender, quer a atacar. Da primeira parte há outra ideia a reter: passados 45 minutos do jogo em Baku, Bas Dost, Bruno Fernandes e Nanu estavam diretamente envolvidos em 89% dos golos do Sporting.

Na segunda parte, o Sporting deu mais bola ao Qarabag nos primeiros vinte minutos, com os azeris a não conseguirem encetar jogadas que causassem verdadeiramente perigo à baliza de Renan. Passado este tempo de "descanso", Wendel resolveu começar a dar mais golos aos colegas. Primeiro, assiste Diaby com um passe longo para o avançado se estrear a marca nas competições europeias.

No quinto golo, numa jogada de ataque organizado, Wendel pica a bola por cima da defesa para Bruno Fernandes, na cara de Halldorsson, finalizar com facilidade. A mesma com que Diaby, que não começou bem mas fez uma exibição em crescendo, chegaria novamente ao golo, desta vez com assistência de Carlos Mané, que saiu do banco neste jogo.

Em suma, a frágil equipa do Qarabag não está ao nível do Sporting, mas os leões, mesmo ainda a criar rotinas e assimilar ideias, não deram qualquer hipóteses, assentes num meio-campo com excelentes dinâmicas. Com este resultado, o Sporting consegue pela 12.ª vez vencer por cinco ou mais golos em provas da UEFA. Seis golos fora de portas? A última vez foi há 32 anos, na Islândia.

No outro jogo do grupo, o Arsenal venceu em Kiev o Vorskla Poltava, o que ajudaria o Sporting se apenas empatasse esta quinta-feira. Assim, o Sporting qualifica-se para os 16 avos de final no segundo lugar do Grupo E.

Figura do jogo - Abdoulay Diaby

No novo 4x3x3 de Marcel Keizer o maliano aparece na ala oposta à de Nani e marcou pelo segundo jogo consecutivo ao serviço dos leões e pela primeira vez na carreira nas competições da UEFA. O jogo não começou da melhor forma, mas exibição de Diaby foi melhorando e muito, assente também na dinâmica do meio-campo, que também deve ser referido: Bruno Fernandes faz dois golos e Wendel fez três assistências. Nani agitou na primeira parte, mas na segunda foi Diaby que mexeu mais o jogo no último terço, ao fazer dois golos. Aproveitando primeiro um passe longo de Wendel e depois desmarcou-se bem entre a defesa azeri para finalizar com facilidade e completamente isolado. Já tinha marcado para a Taça e, a continuar a este nível, tem lugar na ala direita do ataque dos leões.

Ficha de jogo

Marcadores:

0-1, Bas Dost, 05 minutos (grande penalidade).
1-1, Zoubir, 14.
1-2, Bruno Fernandes, 20.
1-3, Nani, 33.
1-4, Diaby, 65.
1-5, Bruno Fernandes, 75.
1-6, Diaby, 82.

Equipas:

Qarabag: Halldorsson, Medvedev, Rzezniczak, Sadygov, Guerrier, Garayev, Slavchev (Ozobic, 70'), Míchel, Madatov, Zoubir e Abdullayev (Delarge, 82').
(Suplentes: Vagner, Quintana, Ozobic, Agoli, Delarge, Huseynov e Diniyev).
Treinador: Gurban Gurbanov.

Sporting: Renan Ribeiro, Bruno Gaspar (Thierry Correia, 74'), Coates, André Pinto, Jefferson, Gudelj, Wendel, Bruno Fernandes, Nani (Carlos Mané, 79'), Diaby e Bas Dost (Jovane Cabral, 71').
(Suplentes: Salin, Carlos Mané, Petrovic, Tiago Djaló, Jovane Cabral, Miguel Luís e Thierry Correia).
Treinador: Marcel Keizer.

Árbitro: Petr Ardeleanu (República Checa).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Rzezniczak (4'), Garayev (25'), Bruno Fernandes (28'), Madatov (40'), Míchel (43') e Slavchev (49').

Filme do jogo

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG