Liga e clubes já discutem jogos à porta fechada

Grupo de trabalho discutiu estratégia de marketing para o regresso à competição.

A Liga e os clubes da I e II Ligas já pensam no regresso à competição com recurso a jogos à porta fechada. Esta quarta-feira, um grupo de trabalho composto por representantes de equipas dos dois principais escalões e elementos da entidade que rege os campeonatos, abordou o regresso das competições e estudou medidas para atenuar o impacto das perdas de receitas.

Foram abordados os temas dos direitos televisivos, compensações de patrocinadores e parceiros, bem como outras operações de marketing, num possível regresso das competições à porta fechada. "Esta é uma das alturas mais difíceis que juntos ultrapassamos. Foi muito importante este alinhamento estratégico em questões críticas nas áreas comerciais e de marketing", afirmou, em comunicado, Susana Rodas, diretora executiva de Marketing, Comercial e Business Development da Liga.

Tal como o DN já noticiou, a ideia da Liga é retomar o campeonato no final de maio, respeitando as indicações governamentais e das autoridades sanitárias, que preveem que o pico da pandemia se pode estender até maio, e sem esquecer as indicações da UEFA, que pretende saber quem se apura para a Liga dos Campeões e para a Liga Europa até dia 3 de agosto.

A ideia é que o regresso aconteça por fases. Primeiro haverá duas ou três semanas de preparação, em jeito de pré-época, para depois serem retomados os campeonatos parados desde o dia 12 de março. A volta aos relvados pode acontecer ainda à porta fechada e haver dois jogos por semana em algumas semanas. Assim seria possível jogar as dez jornadas que faltam em pouco mais de um mês. A I e II Liga foram interrompidas à 24.ª jornada, faltando por isso jogar dez rondas até ao fim nos dois principais campeonatos.

A ideia é que a época termine com a final da Taça de Portugal, entre o Benfica e o FC Porto, no dia 25 ou 26 de julho.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG