Keizer: "Não sabemos o que irá acontecer a Bas Dost"

Treinador do Sporting falou sobre o avançado holandês, que deverá estar de saída para o Eintracht Frankfurt, após a vitória deste domingo sobre o Sp. Braga (2-1)

O Sporting e o Eintracht Frankfurt já anunciaram ter um princípio de acordo para a transferência de Bas Dost para a Alemanha, mas o treinador leonino, Marcel Keizer, ainda não dá o negócio como fechado. "Não sabemos o que irá acontecer a Bas Dost. Se fica ou sai, mas têm estado a falar sobre isso. Agora, temos outros avançados", afirmou, na zona de entrevistas rápidas da Sport TV, após a vitória deste domingo sobre o Sp. Braga (2-1).

Sobre o jogo, o técnico holandês reconheceu a dificuldade do triunfo e lembro que do outro lado estava um adversário com argumentos. "Foi a primeira vitória. Depois da última semana foi uma vitória importante. Nos primeiros 25 minutos foram muito bons. Depois, tivemos problemas com o Sp. Braga, que pressionou. Na segunda parte o mais importante foi sobreviver. Temos de lembrar que jogámos contra o Sp. Braga, que é um clube muito importante", frisou.

"Estamos mais confiantes. Temos bons jogadores, como vimos na primeira parte, e a confiança está lá", concluiu.

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.