Junta de Corroios criticada por ceder parque para transmissão do Benfica-Santa Clara

Transmissão do jogo Benfica-Santa Clara num ecrã instalada no parque urbano de Corroios alvo de polémica. Presidente da junta diz que não vai gastar nada com evento e que há espaço para adeptos do Sporting e FC Porto colocarem também um ecrã. Festa da vila passa para segundo plano.

A decisão da Junta de Freguesia de Corroios de autorizar a transmissão do jogo Benfica-Santa Clara, da 34.ª jornada da Liga de futebol e onde os encarnados podem conquistar o título de campeão nacional está a ser muito contestada na página de Facebook da autarquia. Para que tal transmissão seja possível foi autorizada a instalação de um ecrã gigante numa zona de pinhal do Parque Urbano da Quinta da Marialva, pertença da junta.

O jogo, que começa às 18.30 e tem transmissão na BTV, antecede a gala de comemoração do 26.º aniversário da Vila de Corroios, cerimónia que vai ter lugar no Pavilhão Multiusos que foi construído naquele parque.

A publicitação desta iniciativa levou a que dezenas de pessoas criticassem a decisão do executivo autárquico pela associação ao jogo da Liga NOS com as questões clubísticas a surgirem. Como aconteceu com o sitePortal dos Dragões que partilhou o post da Junta numa notícia com o título: "Dinheiros públicos patrocinam transmissões de jogos do Benfica".

Questionado pelo DN Eduardo Rosa, presidente da junta de freguesia, confirma a transmissão do desafio mas garante que a instituição que lidera não vai gastar dinheiro nesta iniciativa. "O jogo estava marcado inicialmente para domingo, depois passou para sábado, dia da nossa gala de aniversário, e algumas pessoas disseram-me 'se fizéssemos um abaixo assinado e pagássemos o ecrã cedia [a junta] o espaço?' E eu disse que sim. Como fazemos sempre. A Quinta da Marialva é para servir as pessoas, o tecido empresarial", explica.

De acordo com o autarca, a junta apenas cede o espaço e "um grupo de pessoas com o apoio do comércio local" vão responsabilizar-se pelo pagamento de toda a infraestrutura necessária para a transmissão do jogo.

"Ainda há lá espaço para as pessoas do Sporting e do FC Porto colocarem um ecrã se quiserem", frisa, adiantando que esta sexta-feira irá divulgar um comunicado a explicar que os "custos desta iniciativa vão ser pagas pelos promotores".

Importante para Eduardo Rosa é a gala que se segue ao jogo e que tem o seu início marcado para as 20.30 de sábado: a festa que assinala o 26 aniversário da Vila de Corroios. "Vamos ter 21 clubes a mostrar o que fazem. Vão lá estar três mil pessoas", garante.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG