Roger Federer conquista 101.º título da carreira em Miami

O tenista suíço, atual quinto classificado do ranking, bateu John Isner.

O suíço Roger Federer conquistou este domingo o torneio Masters 1.000 de Miami em ténis, ao vencer na final o norte-americano John Isner pelos parciais 6-1 e 6-4, arrecadando o 101.º título no circuito profissional.

Perante o nono classificado do 'ranking' ATP e vencedor da última edição do torneio, Federer, de 37 anos, alcançou a quarta vitória na prova, depois das conquistas de 2005, 2006 e 2017, e a 28.ª em torneios Masters 1.000.

O antigo número um do mundo e atual quinto colocado da hierarquia precisou de uma hora e quatro minutos para ultrapassar Isner, naquela que foi a sexta vitória do helvético em oito confrontos com o norte-americano.

Federer arrecadou, com relativa facilidade, o 101.º título da carreira, depois de ter alcançado a centena de troféus no início do mês, no torneio do Dubai.

Exclusivos

Premium

Betinho

"NBA? Havia campos que tinham baldes para os jogadores vomitarem"

Nasceu em Cabo Verde (a 2 de maio de 1985), país que deixou aos 16 anos para jogar basquetebol no Barreirense. O talento levou-o até bem perto da NBA, mas foi em Espanha, Andorra e Itália que fez carreira antes de regressar ao Benfica para "festejar no fim". Internacional português desde os Sub-20, disse adeus há seleção há apenas uns meses, para se concentrar na carreira. Tem 34 anos e quer jogar mais três ou quatro ao mais alto nível.