Sporting defende títulos europeus de corta-mato este domingo

O Sporting apresenta-se como favorito para revalidar os títulos masculinos e femininos na Taça dos Clubes Campeões Europeus de corta-mato, que se disputa no domingo, coincidindo com o Crosse das Amendoeiras em Flor, em Albufeira.

Na Aldeia das Açoteias, que recebe a prova pela 11.ª vez, o Sporting procura somar o 16.º título entre os homens e consolidar o estatuto de clube português com mais títulos -- o segundo é o Maratona, com seis.

Apenas os italianos do Casone e os espanhóis do Bikila parecem ser capazes de lutar com o Sporting, enquanto o ugandês Jacob Kiplimo (Casone), ainda júnior, é o grande favorito a nível individual.

Davis Kiplangat, queniano do Sporting, vencedor em 2018, também surge como candidato, tal como o turco Ramazan Ozdemir, terceiro classificado no ano passado, o espanhol Ayad Lamdassen, três vezes vencedor, e o belga Robin Hendrix, oitavo em 2018.

Na prova feminina, o Sporting procura o segundo título coletivo, depois do conseguido em 2018, em Mira, e surge como candidato principal, sendo que o Maratona é a equipa lusa com mais títulos - 10.

A equipa lisboeta mantém a maioria das melhores fundistas portuguesas e reforçou-se com a jovem queniana Fancy Cherono, de 17 anos, terceira classificada nos 3.000 metros obstáculos nos Campeonatos de África.

Sara Moreira e Jessica Augusto, a par de Catarina Ribeiro (campeã nacional de estrada) e das recuperadas Carla Salomé Rocha e Inês Monteiro, são importante trunfo coletivo, e podem também lutar pela vitória individual, para a qual também se terá de contar com a espanhola Trihas Gebre, a melhor espanhola nos Europeus, e a polaca Katarzyna Rutkowska, vencedora no ano passado.

Na prova de juniores, que os portugueses já venceram individualmente por Ruben Silva (2012, pelo Benfica) e Silvana Dias (em 2013, pelo Várzea), e coletivamente pelo Benfica, em 2012 e 2013, os encarnados apostam no queniano Edward Pingua e no algarvio Etson Barros, para reconquistar o título.

Em femininos, compete o Sporting, liderado por Bárbara Neiva, numa prova enque o estatuto de principal candidata ao triunfo é a dinamarquesa Ann Mark Helwigh, vencedora das duas últimas edições.

Historial de vencedores

Ano Campeão Equipa Portuguesa Vencedor Individual (país da equipa)

2018 Sporting (POR) Sporting (1º) Davis Kiplangat (POR)

2017 Istambul BBSK (Tur) Sporting (2º) Yamaneberhan Crippa (Ita)

2016 Alès Cévennes (Fra) Benfica (5º) Bekir Karayel (Tur)

2015 Guadalajara (Esp) Benfica (4º) Othmane el Goumri (Fra)

2014 Bikila Atletismo (Esp) Benfica (2º) Mohamed Moustaoui (Fra)

2013 Bikila Atletismo (Esp) Maratona (*) Andrea Lalli (Ita)

2012 Bikila Toledo (Esp) Conforlimpa (5º) Ayad Lamdassem (Esp)

2011 Conforlimpa (POR) Conforlimpa (1º) Ayad Lamdassem (Esp)

2010 Bikila Toledo (Esp) Conforlimpa (3º) Alemayehu Bezabeth (Esp)

(*) Não classificado

Ano Campeão Equipa Portuguesa Vencedor Individual (país da equipa)

2018 Sporting (POR) Sporting (1º) Katarzyna Rutkowska (Pol)

2017 Uskudar Beledye (Tur) sem equipas Irene Cheptai (Tur)

2016 Uskudar Beledye (Tur) Benfica (3º) Irene Cheptai (Tur)

2015 Uskudar Beledye (Tur) Sporting (4º) Irene Cheptai (Tur)

2014 Lutch Moscovo (Rus) Maratona (5º) Hiwot Ayalew (Tur)

2013 Lutch Moscovo (Rus) Maratona (5º) Hiwot Ayalew (Tur)

2012 Lutch Moscovo (Rus) Maratona (2º) Belaynesh Olijira (Tur)

2011 Maratona (POR) Maratona (1º) Dulce Félix (POR)

2010 CS Esercito (Ita) Maratona (2º) Belaynesh Olijira (Tur)

Ler mais

Exclusivos