"Peseiro sabe que pode não ser um treinador para uma época", disse Varandas na segunda-feira

Presidente do Sporting concedeu uma entrevista ao programa de podcast de Daniel Oliveira onde já colocava a hipótese da saída do treinador e falava sobre um eventual regresso de Leonardo Jardim a Alvalade

A entrevista foi feita na segunda-feira de manhã, ou seja, antes do despedimento de José Peseiro na madrugada desta quinta-feira. Mas durante a conversa com Daniel Oliveira (o comentador público, não o apresentador), no programa de podcast 'Perguntar Não Ofende', Frederico Varandas, treinador do Sporting, já dava algumas pistas sobre o facto de o treinador poder estar a prazo.

Leia aqui algumas das passagens da entrevista onde Varandas fala de José Peseiro.

[Peseiro vai ficar até ao fim da época?] "O futebol muita vezes é injusto e há pessoas que têm tolerância e outras que não. O José Peseiro foi escolhido por uma Comissão de Gestão, uma situação extremamente difícil, uma pré-época complicada, uma época conturbada. Mas a verdade é que há treinadores que têm mais margem de erro do que outros. Lembro-me do que se disse quando José Peseiro foi anunciado pela Comissão de Gestão. O Peseiro ter estado nos primeiros lugares nas quatro primeiras jornadas nada melhorou do ponto de vista do universo sportinguista."

"Não há justiça no futebol, não há passado. Há uma coisa que não abdico. Sou presidente e tenho que defender os interesses do Sporting. Muitas pessoas que votaram em mim diziam-me 'agora é correr com o Peseiro'. Eu sei o que significa mudar um treinador a meio de uma época, sei os riscos que isso tem, mas sei também as vantagens que pode ter. Mas há uma coisa. No dia em que porventura decidir mudar alguém, seja treinador, ou não, tenho de salvaguardar a hipótese de podermos melhorar."

"Peseiro é o treinador do Sporting. Mas obviamente que ele sabe o que é o futebol português, sabe que está dependente dele. Sabe que pode não ser um treinador para uma época, obviamente [...] Não existe nenhum treinador que venha para o Sporting que não esteja sob pressão dos adeptos [...] Depois da entrevista que dei ao Expresso quis logo falar com José Peseiro. Entendo que tenha sido uma entrevista pouco simpática. Expliquei-lhe porquê. E o Peseiro concordou comigo [...] Não fui eu que escolhi este treinador. Se é o meu treinador? É o treinador do Sporting Clube de Portugal, enquanto for treinador do Sporting, é o meu treinador."

Na mesma entrevista, Frederico Varandas foi questionado sobre a possibilidade de Leonardo Jardim poder regressar ao Sporting. Eis a resposta.

"O facto de ser amigo do Leonardo Jardim não é um dado adquirido de que ele virá para o Sporting. Não misturo relações pessoais com profissionais. É um grande treinador e eu estou convencido que o Sporting um dia vai ter o Leonardo Jardim. Mas quando vier não será por dinheiro. O que está mais em causa é o regresso psicológico dele a Portugal. Já tem grandes clubes europeus interessados e os chineses a dar-lhe a lua. Nem todas as pessoas se movem só por dinheiro. Não tenho a menor dúvida. Mas Leonardo jardim não está preparado, não quer regressar a Portugal no curto prazo."