Lukaku acaba com a crise do Manchester United de Mourinho

Os red devils terminam com série de duas derrotas consecutivas. Sensacional Watford vence Tottenham e está no topo da tabela

O Manchester United colocou ponto final a uma série de duas derrotas consecutivas com um triunfo tranquilo no terreno do Burnley, por 2-0, em jogo relativo à 4ª jornada da Premier League.

A grande figura da partida foi o belga Romelu Lukaku, que marcou os dois golos da partida ainda na primeira parte. O primeiro de cabeça após um excelente cruzamento de Alexis Sanchez e o segundo ao aproveitar uma série de ressaltos na área do Burnley.

A equipa de José Mourinho ainda podia ter construido uma vitória mais gorda não fosse Paul Pogba ter falhado um penálti, permitindo a defesa ao guarda-redes Joe Hart, e Lukaku ter perdido uma oportunidade de forma escandalosa, depois de passar o guarda-redes.

A única nota negativa para o treinador português terá sido a expulsão de Marcus Rashford, por no entender do árbitro ter agredido um adversário.

No outro jogo que encerrou a 4.ª jornada, o Tottenham perdeu a oportunidade de manter-se colado a Liverpool e Chelsea no grupo dos lideres da Premier League. Isto porque os Spurs foram derrotados em Watford, por 2-1. Os londrinos até estiveram a vencer, graças a um autogolo de Abdoulaye Doucoure, mas Troy Deeney e Craig Cathcart deram a volta ao resultado.

Com este resultado é o Watford a colar-se aos lideres, somando por vitórias todos os jogos disputados.

Resultados da 4ª jornada:
Leicester-Liverpool, 1-2
Brighton-Fulham, 2-2
Chelsea-Bournemouth, 2-0
Crystal Palace-Southampton, 0-2
Everton-Huddersfield, 1-1
West Ham-Wolverhampton, 0-1
Manchester City-Newcastle, 2-1
Cardiff-Arsenal. 2-3
Burnley-Manchester United, 0-2
Watford-Tottenham, 2-1

Veja aqui a classificação atualizada.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Nuno Artur Silva

Notícias da frente da guerra

Passaram cem anos do fim da Primeira Guerra Mundial. Foi a data do Armistício assinado entre os Aliados e o Império Alemão e do cessar-fogo na Frente Ocidental. As hostilidades continuaram ainda em outras regiões. Duas décadas depois, começava a Segunda Guerra Mundial, "um conflito militar global (...) Marcado por um número significativo de ataques contra civis, incluindo o Holocausto e a única vez em que armas nucleares foram utilizadas em combate, foi o conflito mais letal da história da humanidade, resultando entre 50 e mais de 70 milhões de mortes" (Wikipédia).

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.