José Peseiro: "É um passo atrás e estamos tristes"

Treinador do Sporting considerou que a sua equipa fez uma má primeira parte e que depois, apesar da reação, jogou mais com o coração e cometeu muitos erros

José Peseiro admitiu no final da derrota com o Portimonense (4-2) que a sua equipa cometeu alguns erros e que durante grande parte do jogo jogou mais com o coração. "Tínhamos de estar mais coesos e compactos neste jogo. Foi uma má primeira parte, onde não pressionámos e demos espaço ao adversário para jogar. Não fomos agressivos. A segunda parte foi mais de raça e entrega, mas muitas vezes jogada com o coração. Cometemos alguns erros normais de quem arrisca e sofremos quatro golos, tantos como tínhamos sofrido na I Liga", referiu o técnico leonino.

Questionado sobre se os quatro pontos de vantagem para os líderes Benfica e Sp. Braga o preocupavam, José Peseiro disse que era "cedo" para ter tal preocupação. "É um passo atrás e estamos tristes, mas nada que nos possa perturbar. Esta derrota não nos passava pela cabeça. Faltou-nos qualidade de jogo. Quatro golos são muitos golos sofridos e não queremos que nos volte a acontecer", justificou.

Bruno Fernandes também falou no flash-interview da SportTV. E não arranjou desculpas para justificar a derrota dos leões. "Não temos que nos desculpar com o desgaste de termos jogado na quinta-feira [para a Liga Europa]. Não fomos capazes de ser melhores do que eles. Não conseguimos ter mais alma e coração do que os jogadores do Portimonense. [Benfica venceu clássico e é líder com o Sp. Braga] As ambições do Sporting passam por ganhar os nossos jogos e não por estarmos preocupados com os outros", referiu o jogador leonino.