Iniesta foi suplente na estreia pelo Vissel Kobe e perdeu

Médio ex-Barcelona entrou aos 59 minutos, mas de nada valeu pois o Vissel Kopbe foi derrotado. A mesma sorte teve Fernando Torres, que também se estreou pelo Sagan Tosu.

O médio espanhol Andrés Iniesta estreou-se neste domingo pelo Vissel Kobe como suplente e com um desaire caseiro diante do Shonan Bellmare, em encontro da 17.ª jornada do campeonato japonês de futebol.

O ex-jogador do Barcelona, que chegou na quarta-feira ao Japão, entrou aos 59 minutos, para o lugar de Kazuma Watanabe, quando a sua formação já perdia por 2-0.

Keisuke Kata, aos 10 minutos, Mitsuki Sato, aos 48, e Shunsuke Kikuchi, aos 67, selaram o desaire do Vissel Kobe, que, cumpridas 17 rondas, segue no sexto lugar do campeonato, com 25 pontos, contra 41 do líder, Sanfrecce Hiroshima.

Por seu lado, o também internacional espanhol Fernando Torres também se estreou, pelo Sagan Tosu, com um desaire caseiro, por 1-0, em face do Velgata Sandai, saindo do banco aos 50 minutos. Decidiu Takuma Nishimura, com um golo aos 87.

Ler mais

Exclusivos

Premium

DN Life

DN Life. «Não se trata o cancro ou as bactérias só com a mente. Eles estão a borrifar-se para o placebo»

O efeito placebo continua a gerar discussão entre a comunidade científica e médica. Um novo estudo sugere que há traços de personalidade mais suscetíveis de reagir com sucesso ao referido efeito. O reumatologista José António Pereira da Silva discorda da necessidade de definir personalidades favoráveis ao placebo e vai mais longe ao afirmar que "não há qualquer hipótese ética de usar o efeito placebo abertamente".