Herrera pede três milhões de euros para renovar pelo FC Porto

As negociações entre os dragões e o mexicano, que está a entrar no último ano de contrato, estão complicadas

As negociações entre o FC Porto e o médio mexicano Héctor Herrera para a renovação do contrato, que termina dentro de um ano, estão complicadas, pois existe uma distância grande entre aquilo que o jogador pede e aquilo que os dragões podem oferecer.

Ao que o DN apurou, Herrera, de 28 anos, já fez saber que pretende um salário anual de três milhões de euros limpos, ou seja mais um milhão do que aquilo que passou a auferir em 2015 quando renovou o seu vínculo até 2019. O problema é que os três milhões pedidos pelo jogador representam para o FC Porto um encargo anual de 6,8 milhões de euros, uma vez que ao valor líquido é preciso acrescentar os impostos.

Matías Saraiva, empresário do jogador, procura fazer valer as boas exibições de Herrera no Mundial da Rússia, mas também a importância que o médio teve na conquista do título do FC Porto na última época, pois marcou o golo da vitória na Luz, frente ao Benfica.

Se as duas partes não chegarem a acordo, o FC Porto tem apenas dois caminhos: um deles é vender o jogador até final do mercado de verão, ou seja até 31 de agosto; ou então mantém Herrera e arrisca-se a perdê-lo a custo zero no final da época, pois a partir de janeiro o médio mexicano já poderá vincular-se a outro clube.

Herrera chegou ao FC Porto no verão de 2013, quando os dragões pagaram 11 milhões de euros ao Pachuca. Em cinco épocas no clube fez 192 jogos oficiais e marcou 26 golos, sendo atualmente o capitão de equipa.

Ler mais

Exclusivos