Islândia fica sem selecionador

Heimir Hallgrimsson foi co-treinador no Euro 2016, juntamente com o sueco Lars Lagerback, tendo assumido o comando técnico absoluto após o evento francês. No Mundial os nórdicos ficaram-se pela fase de grupos

O treinador Heimir Hallgrimsson vai deixar o cargo de selecionador da Islândia, depois ter levado a seleção ao seu primeiro Europeu e Campeonato do Mundo, anunciou esta terça-feira a Federação de Futebol do país.

O treinador islandês decidiu deixar o cargo que exerceu durante sete anos, depois de ter qualificado a Islândia para o Mundial 2018, na Rússia, no qual os islandeses foram eliminados na fase de grupos.

Heimir Hallgrimsson foi também co-treinador da seleção nórdica em 2016, juntamente com o sueco Lars Lagerback, e conseguiu levar a equipa aos quartos de final do Europeu, o primeiro dos islandeses, que acabaram eliminados pela vice-campeã França (5-2).

Após a saída de Lagerback, Hallgrimsson assumiu o total controlo da Islândia, que no Mundial 2018 empatou o primeiro jogo do Grupo D, frente à Argentina (1-1), e perdeu o segundo e o terceiro, frente à Nigéria (2-0) e Croácia (2-1), respetivamente, terminando no último lugar do grupo.

Ler mais