2.ª eliminatória da Taça de Portugal com... 22 equipas repescadas

Ficaram, nesta terça-feira, a ser conhecidos os duelos da 2.ª eliminatória que conta com 22 equipas que tinham perdido na 1.ª eliminatória

Nesta segunda ronda da prova entram 22 equipas que tinham sido eliminadas na 1.ª eliminatória mas que foram 'repescadas', num figurino, deveras raro, que já leva três anos. A respescagem torna-se necessária para chegar a um total de 92 equipas a disputar a 2.º eliminatória. O lote de 22 equipas agora em causa foi obtido através de sorteio, no qual participaram todos os clubes eliminados na 1.ª ronda.

Esta é a última eliminatória sem clubes da I Liga. Os jogos estão marcados para o próximo dia 30 de setembro.

Eis a lista completa:

ACJ Pedras Salgadas (CP)- Académica Coimbra (IIL)
Portalegrense 1925 (D) - SC Farense (IIL)
Clube Caçadores Taipas - FC Arouca (IIL)
FC Alverca (CP) - Académico Viseu FC (IIL)
Recreio Desportivo Águeda (CP) - FC Famalicão (IIL)
SG Sacavenense (CP) - Varzim SC (IIL)
Clube Condeixa (D) - FC Paços de Ferreira (IIL)
FC Cesarense (CP) - SC Covilhã (IIL)
CD Trofense (CP) - FC Penafiel (IIL)
Leça FC (CP) - Leixões SC (IIL​​​​​​​)
AD "Os Limianos" (CP) - CD Mafra (IIL)
Gondomar SC (CP) - CD Cova Piedade (IIL)
CD Fátima (CP) - UD Oliveirense (CP)
CF Vasco da Gama (CP) - Estoril Praia (IIL)
GD Victória Sernache (D) - Sertanense FC (CP)
União Comércio Indústria Tomar (D) - UD Vilafranquense (CP)
SC Vila Real (D) - AD Sanjoanense (CP)
AD Fafe (CP) - SC Ideal (CP)
Caldas SC (CP) - GD Gafanha (CP)
Amarante FC (CP) - Vila Flor SC (D)
Beneditense (D) - CF Os Armacenenses (CP)
SC Rio Tinto (D) - Moura AC (CP)
Silves FC (D) - União SC Paredes (CP)
CF Santa Iria (CP) - Lourinhanense (D)
Praia de Milfontes (D) - Valenciano (D)
FC Oliveira do Hospital (CP) - Lusitano FC Vildemoinhos
GD Peniche (CP) - CDC Montalegre (CP)
Casa Pia AC (CP) - Clube Olímpico Montijo (CP)
Anadia FC (CP) - SC Mineiro Aljustrelense (D)
Merelinense FC (CP) - CF União Madeira (CP)
UC Eirense (D) - SC União Torreense (CP)
Lusitano Ginásio Clube (D) - Clube Oriental (CP)
Gil Vicente FC - GD Chaves (CP)
SC Praiense (CP) - CD Pinhalnovense (CP)
FC Vale Formoso (D) - União Desportiva Leiria (CP)
GR Amigos da Paz (D) - União Sport Clube (CP)
SC Espinho (CP) - SU Sintrense (CP)
CD Torres Novas (D) - SC Maria da Fonte (CP)
SC Beira-Mar (D) - AR São Martinho (CP)
Vila de Silgueiros (D) - SC Angrense (CP)
Real SC (CP) - SC Mirandela (CP)
Amora FC (CP) - SC Lamego (D)
GD Mirandês (CP) - SC Coimbrões (CP)
FC Felgueiras 1932 (CP) - GD Joane (D)
GS Loures (CP) - ARC Oleiros (CP)
Valadares Gaia FC (D) - Louletano DC (CP)

Legenda
IIL - II Liga
CP - Campeonato de Portugal
D - Distrital

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

João Gobern

Tirar a nódoa

São poucas as "fugas", poucos os desvios à honestidade intelectual que irritem mais do que a apropriação do alheio em conluio com a apresentação do mesmo com outra "assinatura". É vulgarmente referido como plágio e, em muitos casos, serve para disfarçar a preguiça, para fintar a falta de inspiração (ou "bloqueio", se preferirem), para funcionar como via rápida para um destino em que parece não importar o património alheio. No meio jornalístico, tive a sorte de me deparar com poucos casos dessa prática repulsiva - e alguns deles até apresentavam atenuantes profundas. Mas também tive o azar de me cruzar, por alguns meses, tempo ainda assim demasiado, com um diretor que tinha amealhado créditos ao publicar como sua uma tese universitária, revertido para (longo) artigo de jornal. A tese e a história "passaram", o diretor foi ficando. Até hoje, porque muitos desconhecem essa nódoa e outros preferiram olhar para o lado enquanto o promoviam.