Europeu hóquei em patins: Portugal está na final com a Espanha

Seleção nacional, campeã em título, afastou a Itália nas meias-finais (4-2) depois de ao intervalo estar a perder. Vai ser a 26.ª final de um Europeu entre Portugal e Espanha

Portugal qualificou-se este sábado para a sua 35.ª final de um Europeu, a 26.ª que vai disputar com a Espanha. A final será este domingo na Corunha frente aos espanhóis que na outra meia-final ganharam à França (8-2).

O jogo começou da melhor maneira para Portugal com Diogo Rafael a inaugurar o marcador com um remate cruzado aos 7'. A Itália reagiu e Alessandro Verona empatou aos 10'. Aos 20' o momento que contraria toda a lógica. O italiano Illuzzi vê cartão azul, a Itália fica com menos um, Hélder Nunes desperdiça o livre direto e mesmo em inferioridade a Itália marca por Banini. Ao intervalo, Portugal perdia por 2-1.

E o empate só chegou aos 30' pelo melhor marcador do Europeu, João Rodrigues, que trocou este defeso o Benfica pelo Barcelona. Aos 37' Gonçalo Alves passou Portugal para a frente de penálti e no minuto seguinte o guarda-redes português Ângelo Girão defendeu um livre direto. Com a Itália desesperada na busca do empate Portugal fez o 4-2 já no último minuto por Rafa.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.