Eduardo renova com o Chelsea e é emprestado ao Vitesse

Guarda-redes português está a caminho do futebol holandês, por empréstimo dos blues

Eduardo renovou com o Chelsea. O guarda-redes português assinou um contrato de um ano com o clube londrino, mas irá ser emprestado ao Vitesse da Holanda.

Em Londres desde 2016, o português aceitou prolongar o vínculo por mais uma temporada, mas não ficará a defender as redes dos blues. O guardião campeão da Europa de seleções em 2016 vai ser emprestado ao Vitesse e jogar na liga holandesa aos 36 anos.

Continuar ligado a um clube como o Chelsea e poder regressar às balizas, depois de dois anos na sombra de Courtois, convenceram o português, que tinha propostas de Portugal, EUA, Arábia Saudita, Turquia e França.

Eduardo vai assim experimentar a quinta liga diferente na carreira, depois de Portugal, Itália, Croácia e Inglaterra.

Exclusivos

Premium

Adriano Moreira

Navegantes da fé

Este livro de D. Ximenes Belo intitulado Missionários Transmontanos em Timor-Leste aparece numa época que me tem parecido de outono ocidental, com decadência das estruturas legais organizadas para tornar efetiva a governança do globalismo em face da ocidentalização do globo que os portugueses iniciaram, abrindo a época que os historiadores chamaram de Descobertas e em que os chamados navegantes da fé legaram o imperativo do "mundo único", isto é, sem guerras, e da "terra casa comum dos homens", hoje com expressão na ONU.