Caso dos emails: NYT diz que Benfica pediu à Google identidade de vários bloggers

Jornal norte-americano dedica matéria ao caso dos emails e revela que os encarnados já pediram identidades dos bloggers que têm publicado a informação confidencial do clube da Luz. São cerca de 100 pessoas implicadas

O jornal norte-americano New York Times publica esta quarta-feira um extenso artigo sobre o caso do emails que envolve o Benfica. No artigo do NYT é revelado que os encarnados pediram à Google dados pessoais de vários detentores de blogues que divulgaram mensagens de correio eletrónico confidenciais.

De acordo com o NYT, em setembro, o criador do blogue "O Artista do Dia", terá recebido um email dos advogados da Google a informar que os responsáveis benfiquistas pediram à empresa norte-americana que facultasse os dados pessoais do autor deste blogue.

Ainda de acordo com o NYT, que faz um historial de toda esta história dos emails, o Benfica tem debaixo de mira cerca de 100 pessoas e já pediu à Google informações para tentar descobrir a identidade dos bloggers que têm publicado os alegados emails contendo informação confidencial do clube.

Esta quarta-feira, o criador do blogue "Artista do Dia", deixou uma mensagem na sequência da notícia publicada pelo New York Times. "Nos mais de cinco anos que este blogue já leva, procurei evitar sempre colocar-me no centro do quer que fosse. O importante, para mim, sempre foram as opiniões e o debate de ideias, e nunca o papel que eu poderia ter ou deixar de ter. De há 20 dias para cá, isso passou a ser impossível porque, aparentemente, a minha identidade (e a de outros como eu) passou a ser importante para uma organização que devia ter outro tipo de coisas para se preocupar", escreveu, remetendo para o link da notícia do NYT.

"Estupefacto, o blogger não conseguiu dormir depois de ler o email e de ver os anexos do mesmo, enviados pelo United States District Court for the Central District of California. Quando a mulher e os filhos acordaram no dia seguinte, ele não tinha pregado olho", pode ler-se no artigo do New York Times.

O jornal revela que o criador do blogue está preocupado com a possibilidade dos seus dados pessoais e mesmo a sua identidade serem revelados. "Eles podem vir ao meu emprego, eu não sei o que pode acontecer... Os meus filhos, eu penso sobre isto tudo", acrescenta.

Exclusivos