Abel e os maus resultados com os grandes: "Água mole em pedra dura..."

O treinador bracarense disse esta sexta-feira querer um Sp. Braga fiel aos seus princípios na receção ao FC Porto, na 27.ª jornada da I Liga, pois "água mole em pedra dura, tanto bate até que fura".

Após a derrota por 3-0 com o FC Porto, na primeira mão das meias-finais da Taça de Portugal, Abel Ferreira assumiu já ter tentado várias formas para bater os grandes esta época, o que só conseguiu por uma vez, diante do Sporting, em casa (1-0), tendo somado mais três desaires, para o campeonato, em casa de leões, águias e dragões.

Questionado sobre o que falta tentar, o técnico respondeu com um adágio popular - "Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura" -, manifestando vontade de ver no sábado o Sporting de Braga "competente e a nivelar a agressividade do adversário" para "discutir o resultado até ao fim".

"Temos que ser fiéis ao que acreditamos, com princípios bem definidos, uma equipa equilibrada a perceber o que nos trouxe até estas últimas oito jornadas", disse.

Abel Ferreira garantiu que a sua equipa vai "jogar para vencer" e elogiou o FC Porto, adversário que voltará a encontrar três dias depois, na segunda mão das meias-finais da Taça de Portugal.

"O FC Porto vale pelo seu coletivo, é uma equipa altamente competitiva e agressiva no bom sentido, muito experiente. Não preparámos a estratégia de jogo a contar com um jogador específico. Vive muito de bolas paradas, das transições, de atacar a profundidade, mas é muito versátil", analisou.

Para vencer os portistas, Abel Ferreira disse ter "pedido aos jogadores a melhor versão de cada um deles".

Em resposta a uma observação do técnico do FC Porto, Sérgio Conceição, Abel Ferreira frisou que não teve o plantel todo à disposição para preparar este jogo, lembrando as ausências dos internacionais Dyego Sousa (seleção principal portuguesa), Trincão (sub-20), Wilson Eduardo (Angola) e os lesionados Matheus, Ricardo Ferreira e Raul Silva.

"Temos muita confiança no nosso trabalho e no que fazemos, no nosso processo, essa tem sido a nossa força, nunca nos lamentamos se temos ou não toda a gente, a força do Braga está na sua ideia de jogo e no seu coletivo, na ambição igualamo-nos aos grandes de Portugal", disse.

O Sporting de Braga, terceiro classificado da I Liga, com 58 pontos, e FC Porto, segundo, com 63, em igualdade com o líder Benfica, defrontam-se no sábado, às 15.30, no Estádio Municipal de Braga, em jogo da 27.ª jornada.

Ler mais

Exclusivos