Hernâni, o joker de Conceição que entra e resolve

Avançado do FC Porto foi mais uma vez decisivo no jogo da Taça com o Leixões, ao saltar do banco para marcar o golo da vitória. Esta época, sempre como suplente, teve influência direta em quatro resultados com os golos que apontou.

Hernâni entrou durante o prolongamento do Leixões-FC Porto, aos 98 minutos, numa altura em que o resultado era 1-1, e aos 117' apontou o golo da vitória que permitiu aos dragões seguirem para as meias-finais da Taça de Portugal. Foi mais um jogo decidido pelo avançado de 27 anos, que esta temporada está a assumir na perfeição o papel de arma secreta de Sérgio Conceição - entra e resolve.

Foi o quarto jogo esta temporada em que o avançado vestiu a pele de joker, ao saltar do banco de suplentes e marcar golos com influência no resultado.

Em setembro, numa partida diante do Chaves relativa ao Grupo C da Taça da Liga, Hernâni foi lançado por Sérgio Conceição aos 72 minutos para o lugar de Adrián López. O jogo teimava em não sair do 0-0 e dois minutos depois de entrar, Hernâni colocou os dragões em vantagem. Eustáquio haveria de empatar, mas o golo do avançado portista teve influência no resultado.

No dia 2 de dezembro, no dérbi da Invicta no Bessa entre o Boavista e o FC Porto, Hernâni voltou a vestir a pele de salvador. O jogo caminhava para o final e os dois rivais estavam empatados sem golos. Sérgio Conceição tirou Brahimi aos 88 minutos e colocou Hernâni em campo. E em boa hora o fez. O avançado marcou o golo da vitória aos 90'+5 e deu o triunfo e os consequentes três pontos aos dragões.

Na caminhada do FC Porto na Taça de Portugal, Hernâni já tinha sido também protagonista, mas desta vez em moldes diferentes. A 18 de dezembro de 2018, nos oitavos de final da Taça de Portugal diante do Moreirense, entrou aos 12 minutos para o lugar de Otávio e apontou quase logo de seguida o segundo golo dos dragões na vitória por 4-3 sobre a equipa de Moreira de Cónegos. Na altura, aos 16 minutos, o golo do avançado permitiu ao FC Porto passar para a frente do marcador.

Esta terça-feira, Hernâni voltou a fazer das suas. Quando já todos pensavam que o jogo entre o Leixões e o FC Porto ia ser decidido nas grandes penalidades, o avançado portista entrou e marcou perto do final do prolongamento o 2-1 final. "Correu bem. Tenho de estar sempre preparado para momentos como este", afirmou no final do jogo.

Hernâni, que esta época só foi titular em dois jogos, marca a cada 106 minutos e é o jogador do FC Porto com mais golos apontados como suplente - um total de quatro e todos com caráter decisivo. Seguem-se Soares (3), Corona e Otávio (2), Marius e Sérgio Oliveira (1).

Hernâni foi contratado pelo FC Porto em 2014, depois de boas temporadas ao serviço do V. Guimarães. Mas no Dragão foi sempre confrontado com forte concorrência, o que motivou a que fosse cedido. Primeiro ao Olympiacos (2015/16) e depois ao V. Guimarães (2016/17). Na época passada regressou ao Dragão - participou em 19 jogos e marcou um golo. Esta temporada, apesar da condição de suplente, já leva quatro golos em 17 partidas e tem um total de 424 minutos disputados em todas as competições.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG