Guardiola sai em defesa de Bernardo Silva: "Uma das pessoas mais adoráveis que conheci"

"Se alguma punição acontecer seria um erro", afirmou o treinador do Manchester City, acerca do tweet do internacional português sobre o companheiro de equipa Mendy que foi considerado como de teor racista

Pep Guardiola defendeu publicamente Bernardo Silva das acusações de racismo de que está a ser alvo, depois do tweet do internacional português sobre o companheiro de equipa do Manchester City, Benjamin Mendy, no qual comparou o seu amigo aos bombons Conguito.

Depois de a Federação Inglesa (FA) ter instaurado um inquérito e de a associação de combate ao racismo Kick It Out ter apelado à FA para que esta tome medidas em relação à publicação que entretanto o médio apagou, o técnico dos citizens pediu para que se foque noutros problemas: "Não sei o que está a acontecer mas deviam pôr o foco noutros problemas porque não sei de que rapaz estão a falar. O Bernardo é uma das pessoas mais adoráveis que conheci na minha vida."

"Ele fala quatro ou cinco idiomas - o que é a melhor forma de perceber como tem a mente aberta - e um dos melhores amigos do Mendy. É como um irmão para ele. A imagem dos dois não é sobre a cor da pele. Ele tirou uma fotografia do Mendy quando era miúdo e relacionou-o com esse desenho animado, que era muito parecido com a fotografia", acrescentou.

"Se a FA quer avançar com isso e falar com Bernardo Silva, estamos abertos para conversar, mas primeiro devem saber exatamente de que pessoa estão a falar. Existem muitas situações com pessoas, em que uma pessoa branca é parecida com um desenho animado, e isso é similar", prosseguiu o catalão.

"Penso que a resposta do Mendy foi clara. Eles estão sempre a brincar. Por isso é que eu digo muitas vezes para que não utilizem muito as redes sociais. Se algo acontecer seria um erro porque o Bernard é uma pessoa excecional", concluiu. Este tipo de brincadeiras tem sido recorrente entre os dois e, neste caso concreto, Mendy não se mostrou ofendido com o tweet, tendo inclusive respondido com três emojis de sorriso e outro a bater palmas, além da frase: "1-0 para ti, mas espera."

Logo a seguir à polémica surgir, Bernardo Silva comentou-a no Twitter: "Hoje já não se pode brincar com um amigo..." Na realidade, este tipo de brincadeiras entre os dois jogadores têm sido recorrentes deste os tempos em que ambos jogavam no Mónaco, sendo pública a relação de grande amizade que os une.

Os regulamentos da Premier League determinam que comportamentos racistas implicam penas de, no mínimo, seis jogos de suspensão, embora não haja qualquer referência a publicações nas redes sociais.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG