Golo de Paciência insuficiente para evitar vergonha do Frankfurt

Na primeira eliminatória da Taça da Alemanha, título que defendia, o Eintracht de Frankfurt foi surpreendido (1-2) e afastado pelo Ulm (quarta divisão)

O detentor da Taça da Alemanha já foi afastado da possibilidade de continuar a defender o título. Na primeira eliminatória, em que as equipas dos escalões superiores jogam fora, o Eintracht de Franfurt foi derrotado na visita a Ulm. O golo de Gonçalo Paciência foi apenas uma inconsequente atenuante.

A equipa do treinador austríaco Adi Hutter, que substituiu Nico Kovac (foi para o Bayern de Munique), está a ter um começo de época de pesadelo. No domingo passado foi cilindrado - por quem mais? - pelo campeão Bayern, na Supertaça da Alemanha. O 5-0 parece ter deixado mazelas na equipa de Frankfurt.

Se nesse jogo Francisco Geraldes e Gonçalo Paciência nem chegaram ao banco, este sábado o avançado foi suplente utilizado. Entrou aos 83' e marcou aos 90'. Do ponto de vista individual, foi uma tarde positiva para Gonçalo Paciência, mas estéril para a equipa, arrumada por um Ulm

Steffan Kienle (48') e Vitalij Lux (75') construíram um resultado tão confortável que o Eintracht não conseguiu virar. Nota para a manutenção de Geraldes fora dos 18 jogadores inscritos na ficha de jogo.

O campeão Bayern ganhou ao terreno do Drochtersen-Assel, também da IV Divisão (Regionalliga), com um golo de Robert Lewandowski aos 81'. Foi quanto bastou. E quanto a surpresas, para já (a ronda só termina na segunda-feira), estamos conversados.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG