Gareth Southgate sem medo do lobo mau enfrenta belgas para vencer

Selecionador inglês não poupou nos elogios aos seus jogadores, que chegaram às meias-finais do Mundial 2018 e vão agora disputar o 3.º lugar com a Bélgica

O potencial desta geração da Inglaterra, que alcançou as meias-finais de um mundial pela primeira vez depois depois do título de 1966, é de tal ordem que nem o seu selecionador o consegue quantificar. Por isso, e apesar de o grupo ser jovem e inexperiente, Gareth Southgate não tem medo de enfrentar "a poderosa Bélgica" na luta pelo 3.º lugar do Mundial 2018, este sábado.

O selecionador inglês admitiu que a derrota para a Croácia, nas meias-finais, já no prolongamento, vai ficar um bom tempo na cabeça dos jogadores, mas é "preciso deixar o desânimo de lado", porque neste sábado há um jogo para vencer, frente à Bélgica, em São Petersburgo.

Uma partida em que o selecionador admitiu fazer algumas mudanças. "Todo a gente quer jogar, mas temos que ver quem vai dar mais à equipa. Não vai ser a mesma equipa que começou antes, mas queremos fazer o mínimo de mudanças possíveis. Uma ou duas lesões, uma ou duas necessidades. Vamos ver. Estamos muito motivados para ter uma grande performance e conquistar uma medalha, algo que só outro equipa de Inglaterra conquistou na história. A Bélgica ganhou na fase de grupos, então queremos a revanche."

Kieran Trippier está com dores na virilha e não deve ser opção. No seu lugar deve jogar Trent Alexander-Arnold. Kyle Walker e Jordan Henderson também estão com problemas físicos e não devem atuar. Gary Cahill e Eric Dier são as opções mais prováveis frente à Bélgica.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG