A corrida para o Euro 2020: França recupera e Alemanha consegue a maior goleada

Os campeões do mundo golearam esta terça-feira em Andorra por 4-0. A Alemanha aplicou a maior goleada até ao momento, com 8-0 à Estónia.

A campeã do mundo França recuperou esta terça-feira a liderança do grupo H de qualificação para a fase final do Euro 2020, ao vencer em Andorra por 4-0. Os golos de Mbappé, Ben Yedder, Thauvin e Zouma acabaram por amenizar a derrota sofrida no passado sábado na Turquia, por 0-2.

Os franceses lideram com nove pontos, os mesmos que os turcos e a Islândia, que se defrontaram em Reiquiavique, com o triunfo a sorrir aos nórdicos por 2-1. Ragnar Sigurdsson marcou os dois golos da equipa da casa, tendo Dorukhan Tokoz reduzido para a Turquia. Em quarto lugar com seis pontos encontra-se a Albânia, que recebeu e venceu a Moldávia por 2-0.

Grupo C: Alemanha goleia e Irlanda do Norte lidera

A goleada da noite foi aplicada pela Alemanha, que em Mainz despachou a Estónia por 8-0, em jogo do grupo C. Dois golos de Marco Reus, outros tantos de Gnabry e outros quatro distribuídos por Goretzka, Gündogan, Timo Werner e Leroy Sané permitiram à equipa de Joachim Löw somar a terceira vitória em outros tantos jogos.

Neste grupo, só a Irlanda do Norte fez melhor que os alemães, pois venceu os quatro jogos que já disputou e está na liderança. Desta vez, foi à Bielorrússia vencer por 1-0, graças a um golo de Patrick McNair.

A Holanda, que apenas disputou dois jogos por ter estado na fase final da Liga das Nações, encontra-se em terceiro, com três pontos em dois jogos.

Grupo J: Grécia em maus lençóis

A Grécia está a ter uma fase de qualificação para esquecer no grupo J. Os helénicos, com Vlachodimos e Samaris no onze, foram derrotados em casa pela Arménia, por 3-2. Zeca, o português naturalizado grego, esteve em destaque com um golo e uma assistência para Fortounis, mas não foi suficiente para evitar a derrota diante dos arménios, que tiveram no ex-flaviense Ghazaryan uma das figuras ao marcar um dos três golos da equipa que soma seis pontos, mais dois que os gregos em quatro jogos.

A Itália lidera este grupo com 12 pontos em quatro jogos, tendo esta terça-feira, em Turim, vencido a Bósnia por 2-1. Ainda assim, apanhou um susto quando Dzeko abriu o marcador, mas na segunda parte Insigne e Verratti consumaram a reviravolta no marcador.

Curiosamente, é a Finlândia que o ocupa o segundo lugar com nove pontos, depois de ter ido a Liechtenstein por 2-1.

Grupo C: País de Gales volta a perder

Em situação complicada no grupo C está o País de Gales, que somou a segunda derrota em três jogos, desta vez na Hungria, por 1-0. Os húngaros estão na liderança com três vitórias e são a única seleção com quatro partidas realizadas.

O segundo lugar, com seis pontos em três jogos, é partilhado pela Eslováquia, que foi ao Azerbaijão golear por 5-1, e que a Croácia, que hoje não jogou.

Grupo I: Bélgica não facilita

A Bélgica continua a sua campanha 100% vitoriosa (12 pontos), tendo recebido e vencido a Escócia por 3-0, graças ao bis de Romelu Lukaku e a mais um golo de De Bruyne.

Na perseguição está a Rússia, que soma nove pontos e desta vez recebeu e bateu o Chipre (1-0), graças a um golo de Ionov. O Cazaquistão, que venceu São Marino por 4-0, e a Escócia partilham o terceiro lugar com seis pontos.

Grupo A: Ingleses na frente mesmo sem jogar

Apesar de não ter jogado por ter estado na Liga das Nações, a seleção inglesa mantém a liderança do grupo A, após a dupla jornada de junho de apuramento para o Euro 2020. Ainda assim, têm a companhia da Rep. Checa que tem seis pontos em três jogos disputados (mais um que a Inglaterra).

Neste grupo, o Kosovo surge em terceiro com cinco pontos amealhados em três partidas, à frente de Montenegro e Bulgária que já jogaram quatro vezes e o melhor que conseguiram foram quatro empates.

Grupo B: Ucrânia já muito distante de Portugal

Portugal, campeão europeu e recente vencedor da Liga das Nações, viu nesta dupla jornada de junho a Ucrânia afastar-se na liderança do grupo B. Os triunfos diante da Sérvia (5-0) e Luxemburgo (1-0) colocaram os ucranianos no primeiro lugar com 10 pontos em quatro partidas, mais oito pontos que a equipa das quinas que só tem dois jogos disputados.

O segundo lugar deste grupo B é partilhado por luxemburgueses e sérvios com quatro pontos, enquanto a Lituânia apenas tem um ponto conquistado.

Grupo D: Irlanda bem lançada

Com a Suíça também na Liga das Nações, a Rep. Irlanda aproveitou para se isolar na liderança do grupo D, com 10 pontos em quatro partidas, menos uma que a Dinamarca que soma apenas cinco pontos.

Os suíços seguem em terceiro lugar, com quatro, enquanto Geórgia e Gibraltar confirmam as previsões iniciais de não contarem para a luta pelo apuramento para o Europeu.

Grupo F: Espanha em ritmo de passeio

A Espanha está em ritmo de passeio no grupo F. Após vencer a Suécia por 3-0 somou o pleno de triunfos em quatro jornadas, estando suecos e romenos na segunda posição com sete pontos, mais dois que a Noruega. Malta e Ilhas Faroé estão no fundo da tabela.

Grupo G: Polónia sem sofrer golos

Também a Polónia está em bom ritmo rumo ao Euro 2020. Soma por vitórias os quatro jogos disputados e ainda não sofreu qualquer golo, tendo na última partida superado Israel com uma goleada de 4-0.

Os israelitas ocupam o segundo lugar com sete pontos, mais um que a Áustria, mais dois que a Eslovénia e mais três que a Macedónia. No fundo da tabela, ainda em branco, está a Letónia.

A fase de apuramento para o Europeu estará de volta em setembro, com Portugal a ter importantes deslocações à Sérvia e à Lituânia.

Exclusivos