FPF exige reintegração imediata do Gil Vicente

Federação Portuguesa de Futebol reagiu esta quinta-feira alegado acordo secreto entre Liga, Belenenses e Gil Vicente para reintegração dos gilistas na I Liga

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) emitiu esta quinta-feira um comunicado a exigir a reintegração do Gil Vicente na I Liga já na próxima temporada.

"A FPF não aceita que as expectativas criadas em todas as entidades e agentes desportivos, por via das alterações regulamentares e deliberações tomadas no seio da Liga, sejam frustradas neste momento, com impactos negativos em todas as competições seniores nacionais", pode ler-se, em alusão à notícia veiculada esta quarta-feira pelo Record, que dava conta de um acordo secreto entre Liga, Belenenses e Gil Vicente não enviado à FPF.

"Os factos mais recentes vindos a público - quase três anos após a primeira decisão da Direção da Federação Portuguesa de Futebol nesta matéria -, em nada alteram a posição da FPF", reforça a Federação, prometendo que não vai ter uma "atitude passiva".

Na quarta-feira, o Record tinha anunciado que Liga, Belenenses e Gil Vicente tinham assinado dois acordos no mesmo dia. Um, enviado para a FPF, indicava que a reintegração do Gil Vicente só seria válido se a Federação pagasse a indemnização aos gilistas pela despromoção em 2006, no âmbito do Caso Mateus; outro, indicava que essas cláusulas não tinham qualquer validade.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG