Flamengo, de Jorge Jesus, conquista Supertaça sul-americana

A equipa do técnico português venceu os equatorianos do Independiente Del Valle por 3-0

O Flamengo, do treinador português Jorge Jesus, conquistou na quarta-feira a Supertaça sul-americana de futebol, ao vencer os equatorianos do Independiente Del Valle por 3-0, no Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro.

Depois do empate a dois golos no Equador, o conjunto brasileiro venceu com tentos de Gabriel Barbosa, aos 19 minutos, e Gerson, aos 62 e 89, num embate em que atuou reduzido a 10 unidades desde os 23, por expulsão de Willian Arão.

Sob o comando de Jorge Jesus, o 'Fla' já havia conquistado a Taça Libertadores e o campeonato brasileiro, em 2019, e, já este ano, a Supertaça brasileira e ainda a Taça Guanabara, a primeira volta do estadual Carioca.

A Federação Portuguesa de Futebol (FPF), através do presidente Fernando Gomes, e a Liga de clubes felicitaram nesta quinta-feira Jorge Jesus, que na quarta-feira conquistou a Supertaça sul-americana com o Flamengo, o seu quinto título com a equipa brasileira.

"O presidente da FPF, Fernando Gomes, felicitou já esta manhã o técnico português, que conquistou o seu quinto título ao serviço do Flamengo. Jorge Jesus venceu, consecutivamente, a Taça Libertadores, o campeonato brasileiro, a Supertaça brasileira, a Taça Guanabara e, agora, a Supertaça [sul-americana]", lê-se numa nota publicada no sítio oficial do organismo na Internet.

Também a Liga Portuguesa de Futebol Profissional utilizou o seu sítio oficial na Internet para destacar a nova conquista do técnico, de 65 anos, que está há menos de um ano no Flamengo.

"A Liga Portugal saúda Jorge Jesus, treinador português, e restante equipa técnica, pela conquista da Supertaça sul-americana, troféu disputado entre o vencedor da Taça Libertadores da América e a Taça Sul-Americana", escreveu o organismo responsável pelas competições profissionais de futebol.

A Liga lembrou que Jorge Jesus, na sua equipa técnica, "conta com os treinadores portugueses João de Deus, Tiago Oliveira, Mário Monteiro, Márcio Sampaio, Gil Henriques e Rodrigo Quintas".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG