Figo sobre Rúben Amorim: "É uma loucura pagar 10 milhões por um treinador"

O antigo internacional português considera que "ter quatro treinadores numa época não é normal, ainda mais pela situação financeira do Sporting", mas desejou que o novo técnico leonino tenha sucesso.

Luís Figo, antigo futebolista português, considerou esta sexta-feira "uma loucura" o pagamento de 10 milhões de euros por parte do Sporting ao Sp. Braga para garantir a contratação do treinador Rúben Amorim, numa iniciativa publicitária da Volkswagen, em Lisboa

"Penso que é uma aposta importante da parte do clube: pela quantia de que estamos a falar, para um país como Portugal e pela situação financeira do Sporting. Na minha opinião pessoal, é uma loucura pagar esse valor por um treinador, mas é uma decisão de quem gere o clube e, certamente, tem mais informação do que eu para poder falar sobre a parte financeira", disse o ex-jogador, à margem de um evento promocional relacionado com o Euro 2020.

Luís Figo lembrou a sua condição de "sportinguista" para manifestar a expectativa de "uma aposta de sucesso" dos leões no novo técnico, além de expressar o desejo de que "Rúben Amorim seja feliz em termos de resultados" para dar alegrias à massa associativa do clube.

Sobre a decisão da direção liderada pelo presidente Frederico Varandas, o antigo futebolista, formado nas camadas jovens do emblema de Alvalade, frisou que a instabilidade no comando técnico na presente temporada "não é normal".

"A troca de treinadores é sempre uma decisão de gestão das pessoas competentes para tomarem esse tipo de decisões. Significa que os resultados desportivos não são os melhores ou aqueles que o clube pretende. Em relação ao Sporting, ter quatro treinadores numa época não é normal, ainda mais pela situação financeira do Sporting. E, para Portugal, ter de gastar uma quantia como aquela que foi gasta no novo treinador é uma aposta importante", afirmou.

O Sporting oficializou esta quinta-feira a contratação de Rúben Amorim como o novo treinador da equipa principal de futebol dos leões, pelo qual pagou os 10 milhões de euros da cláusula de rescisão que o vinculava ao Sporting de Braga.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG