Fernando Gomes reeleito para mais um mandato no Comité Executivo da UEFA

Fernando Gomes, que já exerce funções no comité-executivo da UEFA desde 2013, vai tornar-se, no final do novo mandato, no dirigente português com mais anos de longevidade neste órgão.

Fernando Gomes, presidente da FPF e vice-presidente da UEFA, foi reeleito, esta quinta-feira, no 43ª congresso ordinário da UEFA, a decorrer em Roma, para mais um mandato de quatro anos no Comité Executivo do órgão que superintende todo o futebol europeu.

Numa reunião em que o esloveno Aleksander Čeferin foi reeleito como presidente da UEFA, apresentaram-se nove candidatos aos sete lugares vagos no órgão executivo. Fernando Gomes recolheu o voto muito expressivo de 45 federações europeias das 53 que tiveram o voto validado nas urnas.

Em conjunto com o líder da FPF foram reeleitos Sándor Csányi (Húngria) e Davor Suker. O cazaque Kairat Boranbayev, o albanês Armand Duka, o dinamarquês Jesper Moller Christensen, o ucraniano Andrii Pavelko e o espanhol Luis Rubiales foram eleitos para o seu primeiro mandato. Por quota obrigatória reservada a mulheres, Florence Hardouin (França) também fará parte do Comité Executivo da UEFA.

Ainda esta manhã, o Presidente da FPF concorre, numa segunda eleição, ao lugar de membro efetivo do Conselho da FIFA, funções que já exerce desde 2017.

Fernando Gomes, que já exerce funções no comité-executivo da UEFA desde 2013, vai tornar-se, no final do novo mandato, no dirigente português com mais anos de longevidade neste órgão. Cazal Ribeiro (1968), Silva Resende (1984) e Gilberto Madaíl (2007) foram os outros portugueses que ocuparam funções no organismo internacional.

Cooptado desde 2013 e eleito em 2015 para o Comité Executivo, Fernando Gomes é, desde 2017, vice-presidente da UEFA. Exercia igualmente, e até esta quinta-feira, as funções de presidente do Comité de Competições de Clubes, e, por inerência deste cargo, a presidência do Conselho de Administração da empresa que gere a Liga dos Campeões.

Fernando Gomes é presidente da Federação Portuguesa de Futebol desde 2011. Ao leme da FPF, Portugal já conquistou o Campeonato do Mundo de Futebol de Praia (2015), Campeonato da Europa sub-17 (2016), Campeonato da Europa de Futebol (2016), Campeonato da Europa de Futsal (2018) e Campeonato da Europa sub-19 (2018). A Seleção nacional feminina sub-19 de futsal conquistou igualmente a primeira medalha de ouro olímpica coletiva nacional nos Jogos Olímpicos da Juventude de Buenos Aires.

A 15 de dezembro de 2015, foi feito Grande-Oficial da Ordem do Infante D. Henrique e a 14 de junho de 2017, foi agraciado com a Grã-Cruz da Ordem de Mérito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG