FC Porto demarca-se de hacker e reitera que nunca pagou para obter e-mails

Os dragões reagiram à detenção do hacker português Rui Pinto, alegadamente autor do roubo dos emails do Benfica, e lembram que entregaram tudo o que receberam à Polícia Judiciária.

O FC Porto reagiu nesta quinta-feira, através de um comunicado, à detenção do hacker Rui Pinto, o português alegado autor do roubo dos emails do Benfica. No comunicado, os dragões garantem que tiveram acesso aos e-mails sem que tenha havido qualquer contrapartida financeira em troca e recordam que os mesmos foram entregues atempadamente à Polícia Judiciária.

Eis o comunicado na íntegra:

"A detenção, na Hungria, de um cidadão português sob suspeita de vários crimes, tornada pública pela Polícia Judiciária, tem sido naturalmente objeto de notícias e comentários em torno do designado processo dos e-mails, alguns, porém, com a pretensão expressa de associar o nome do nosso clube e da sua sociedade anónima desportiva para o futebol profissional a essa detenção.

O FC Porto reitera o que sempre afirmou. A saber:

- O nosso Diretor de Informação e Comunicação teve conhecimento de um volumoso conjunto de e-mails, alguns importantes na sua substância por indiciarem práticas irregulares e eventualmente criminosas no plano da verdade desportiva no futebol profissional.

- O teor de alguns desses e-mails foram divulgados no Porto Canal no exercício pleno do direito a informar e ser informado, ponderados todos os prós e contras face à delicadeza da matéria de fundo que apontava para eventuais práticas de tráfico de influência e corrupção.

- Todo o acervo de e-mails que chegaram ao nosso Diretor de Informação e Comunicação, sem qualquer contrapartida financeira ou outra, foram entregues à Polícia Judiciária em simultâneo com o processo de denúncia pública.

Assim, a expetativa do FC Porto é uma só: a de que seja feita justiça nos processos em curso envolvendo atentados à verdade desportiva, sendo que alguns deles estão já com acusações deduzidas"

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG