Farense abre processo disciplinar a Jorge Ribeiro por alegada tentativa de agressão a dirigente

A equipa algarvia, 12.ª classificada, com 40 pontos, precisa apenas de um ponto na receção de domingo ao Académico de Viseu para assegurar matematicamente a permanência na competição, mas até poderá perder, se outro dos quatro clubes envolvidos também seja derrotado.

O Farense, da II Liga de futebol, abriu um processo disciplinar ao capitão Jorge Ribeiro após uma suposta discussão com o dirigente André Geraldes. O jogador "encontra-se suspenso e foi alvo de um processo disciplinar", confirmou fonte da SAD, sem tecer mais comentários sobre a alegada tentativa de agressão ao diretor executivo da SAD algarvia, noticiada esta sexta-feira pela imprensa desportiva.

Em comunicado oficial publicado na sua página de Facebook, o Farense limitou-se a informar que "o clube e o seu presidente não vão tolerar quaisquer atos de indisciplina vindos de qualquer atleta do futebol profissional da SAD que visem ir contra os interesses do clube e de uma instituição centenária".

"Depois de vários comportamentos que, no entendimento da direção, foram pouco profissionais, a administração da SAD agirá em conformidade na defesa dos seus colaboradores e demais estrutura", acrescenta o Farense.

A equipa algarvia, 12.ª classificada, com 40 pontos, precisa apenas de um ponto na receção de domingo ao Académico de Viseu para assegurar matematicamente a permanência na competição, mas até poderá perder, se outro dos quatro clubes envolvidos também seja derrotado.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG