Europa bate EUA e vence a Ryder Cup

Seleção europeia venceu a americana por 16-10 na 42.ª edição da prova bienal que reúne os melhores atletas do continente europeu e americano de dois em dois anos.

O italiano Francesco Molinari conseguiu este domingo o ponto decisivo para a vitória da Europa sobre os EUA na Ryder Cup em golfe, disputada no Le Golf National Club, Paris.

Os europeus recuperaram o troféu da competição bienal que lhes tinha fugido em 2016, e contribuíram para o aumento do jejum de vitórias norte-americanas em solo europeu, iniciado em 1993. Nem o regresso do melhor Tiger Woods dos últimos anos valeu aos EUA que terão nova oportunidade para bater a Europa em 2020 em casa.

A seleção da Europa, que entrou para o último dia com uma vantagem de quatro pontos (10-6), viu o italiano Molinari chegar aos 14,5 pontos que garantiram a conquista do título, num dia em que foram disputados jogos de singulares.

Além do estatuto de herói da seleção capitaneada pelo dinamarquês Thomas Bjorn, Molinari tornou-se no primeiro europeu a conseguir cinco vitórias em cinco encontros numa edição da Ryder Cup.

O dia foi também de recordes para o espanhol Sergio Garcia que somou 25,5 pontos em nove participações na Ryder Cup, superando em meio ponto o inglês Nick Faldo.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG