Deco: "O Sporting não está numa fase fácil para manter um jogador como o Raphinha"

O antigo jogador e atual empresário do extremo brasileiro revela que a saída do jogador partiu do Sporting.

A decisão de vender Raphinha ao Rennes foi "única e exclusivamente" do Sporting. Quem o diz é Deco, empresário do extremo brasileiro. "A transferência não surpreende pela qualidade do jogador, mas é natural que noutras circunstâncias o Sporting não o vendesse já, mas às vezes há situações que os clubes não podem controlar e têm de tomar decisões", começou por dizer o agora empresário afirmando que "infelizmente o Sporting não está numa fase fácil para manter um jogador como o Raphinha".

O antigo internacional português falou ainda da seleção econsidera que Portugal tem "uma fantástica geração" e que vai retomar o caminho das vitórias na qualificação para o Euro 2020 já na Sérvia, no sábado. "Portugal vai voltar ao seu normal, depois dos dois empates iniciais. Esta seleção tem o melhor jogador do mundo e uma geração fantástica. São já duas gerações de grande qualidade, mas está com muita qualidade e variedade de jogadores", disse o antigo médio.

Na opinião de Deco depois da saída de nomes como Figo, Rui Costa e até ele próprio, Portugal soube preparar o futuro."Fico feliz pelo caminho que está a ser feito nos últimos anos. Temos uma geração de futuro e tudo para fazer um grande caminho", observou.

Sobre as opções do selecionador Fernando Santos, que tem de conciliar na mesma equipa nomes como Cristiano Ronaldo, João Félix, Bernardo Silva e Bruno Fernandes, Deco sublinha que esse não deve ser um problema que tire o sono ao treinador português."Qualquer treinador gostaria de ter esses problemas, com várias soluções para o meio campo e frente de ataque."

Exclusivos