Ronaldo, Bernardo Silva e a surpresa João Félix nos nomeados para a Bola de Ouro

Os três internacionais portugueses estão entre os 30 nomeados - CR7 já conquistou por cinco vezes este prémio. A grande surpresa é mesmo João Félix, que está ainda nomeado na categoria de melhor jogador com menos de 21 anos.

Cristiano Ronaldo, Bernardo Silva e João Félix estão entre os 30 nomeados para a Bola de Ouro, troféu que premeia o melhor futebolista de 2019. Os nomes dos 30 finalistas foram divulgados esta segunda-feira pelo site da revista France Football, organizadora deste conceituado prémio. A cerimónia de entrega do prémio está marcada para o dia 2 de dezembro, em Paris. João Félix está ainda entre os nomeados na categoria dos jogadores com menos de 21 anos, onde se apresenta como um dos grandes favoritos.

Desde 2016 que não havia três jogadores portugueses nomeados para os finalistas da Bola de Ouro. Na altura os eleitos foram Cristiano Ronaldo, Pepe e Rui Patrício.

Se Ronaldo já está habituado a estas andanças - além das constantes nomeações já venceu este prémio em cinco ocasiões (2008, 2013, 2014, 2016 e 2017) -, para Bernardo Silva e João Félix é a primeira vez que estão entre os nomeados. No caso do ex-benfiquista, é mesmo a maior surpresa da lista, ele que no verão passado trocou o Benfica pelo Atlético Madrid por um valor recorde de 126 milhões de euros. Já em relação a Bernardo Silva era algo esperado, pois o jogador na época passada foi um dos grandes destaques do Manchester City de Pep Guardiola, tendo vencido o campeonato, a Supertaça, a Taça da Liga e a Taça de Inglaterra. Além disso, com as cores da seleção nacional, conquistou a Liga das Nações e foi eleito o melhor jogador do torneio. Tal como Ronaldo e João Félix.

O feito de João Félix é ainda mais extraordinário, pois além da idade, 19 anos, está apenas a cumprir a sua segunda época ao mais alto nível, depois de a meio da temporada passada ter sido aposta firme do treinador Bruno Lage após a saída de Rui Vitória, tendo contribuído de forma decisiva para o título de campeão nacional conquistado pelo Benfica. Aliás, os seis meses que fez a alto nível valeram-lhe depois a transferência para a Liga espanhola, com o Atlético a vencer a concorrência de várias equipas de topo europeu e a fazer do jovem avançado a mais cara contratação da sua história - 126 milhões de euros.

Além dos três internacionais portugueses estão também nomeados os seguintes jogadores:

Alisson Becker, guarda-redes (Brasil/Liverpool)
Matthijs de Ligt, defesa (Holanda/Ajax e Juventus)
Karim Benzema, avançado (França/Real Madrid)
Georginio Wijnaldum, médio (Holanda/Liverpool)
Kylian Mbappé, avançado (França/PSG)
Trent Alexander-Arnold, defesa (Inglaterra/Liverpool)
Donny van de Beek, médio (Holanda/Ajax)
Pierre-Emerick Aubameyang, avançado (Gabão/Arsenal)
Marc-André Ter Stegen, guarda-redes (Alemanha, Barcelona)
Sadio Mané, avançado (Senegal/Liverpool)
Sergio Agüero, avançado (Argentina/Manchester City)
Frenkie de Jong, médio (Holanda/Ajax e Barcelona)
Hugo Lloris, guarda-redes (França/Tottenham)
Dusan Tadic, médio (Sérvia/Ajax)
Virgil van Dijk, defesa (Holanda/Liverpool)
Heung-min Son, avançado (Coreia do Sul/Tottenham)
Robert Lewandowski, avançado (Polónia/Bayern Munique)
Roberto Firmino, avançado (Brasil/Liverpool)
Lionel Messi, avançado (Argentina/Barcelona)
Riyad Mahrez, médio (Argélia/Man. City)
Kevin De Bruyne, médio (Bélgica/Man. City)
Kalidou Koulibaly, defesa (Senegal/Nápoles)
Antoine Griezmann, avançado (França/Barcelona)
Mohamed Salah, avançado (Egito/Liverpool)
Eden Hazard, avançado (Bélgica/Real Madrid)
Marquinhos, avançado (Brasil/PSG)
Raheem Sterling (Inglaterra/Man. City)

Nomeados para o troféu Kopa (jogadores com menos de 21 anos):

Samuel Chukwueze (Nigéria/Villarreal)
Matthijs de Ligt (Holanda/Juventus)
Mattéo Guendouzi (França/Arsenal)
João Felix (Portugal/Atlético Madrid)
Kai Havertz (Alemanha/Bayer Leverkusen)
Lee Kang-in (Coreia do Sul/Valência)
Moise Kean (Itália/Everton)
Andreï Lounine (Ucrânia/Real Valladolid)
Jadon Sancho (Inglaterra/Borussia Dortmund)
Vinicius Jr (Brasil/Real Madrid)

Nomeados para o troféu Yashin (melhor guarda-redes):

Alisson Becker (Brasil/Liverpool)
Manuel Neuer(Alemanha/B. Munique)
Ederson (Brasil/Manchester City)
Andre Onana (Camarões/Ajax)
Wojciech Szczesny (Polónia/Juventus)
Jan Oblak (Eslovénia/At. Madrid)
Kepa Arrizabalaga (Espanha/Chelsea)
Samir Handanovic (Eslovénia/inter Milão)
Hugo Lloris (França/Tottenham)
Marc-André ter Stegen (Alemanha/Barcelona)

Nomeadas para melhor jogadora:

Amandine Henry (França/O. Lyon)
Sarah Bouhaddi (França/O. Lyon)
Lucy Bronze (Inglaterra/O. Lyon)
Dzsenifer Marozsan (Alemanha/O. Lyon)
Alex Morgan (EUA/Orlando Pride)
Viviane Miedema (Holanda/Arsenal)
Sam Kerr (Austrália/Chicago Red Stars)
Ellen White (Inglaterra/Man. City)
Nilla Fischer (Suécia/Linköpings)
Pernille Harder (Dinamarca/Wolfsburgo)
Ada Hegerberg (Noruega/O. Lyon)
Wendie Renard (França/O. Lyon)
Megan Rapinoe (EUA/Reigne FC)
Rose Lavelle (EUA/Washington Spirit)
Tobin Heath (EUA/Portland Thorns)
Lieke Martens (Holanda/Barcelona)
Sari van Veenendaal (Holanda/At. Madrid)
Marta (Brasil/Orlando Pride)
Kosovare Asllani (Suécia/CD Tacon)
Sofia Jakobsson (Suécia/CD Tacon)

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.