Conceição paga 765 euros de multa mas escapa a suspensão

CD da federação diz que a forma efusiva como festejou o golo ao Boavista nos descontos, e as palavras utilizadas, provocaram os confrontos no final da partida. SAD foi multada em quase 5.000 euros por nenhum treinador ter comparecido no flash interview.

Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, foi multado em 765 euros pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), por ter sido expulso do banco nos momentos finais do Boavista-FC Porto de domingo, no Bessa, após o golo de Hernâni nos descontos que deu a vitória aos dragões. O CD da FPF considerou que a forma como o técnico portista festejou o golo, e as palavras que proferiu, desencadearam a confusão que se gerou na altura no relvado.

"O agente foi considerado expulso porque após a obtenção do golo da sua equipa, dirigiu-se ao banco da equipa visitada, festejou o golo de forma efusiva com os punhos cerrados e gritou repetidamente: 'tomem c..., tomem c...'. Com esta atitude provocou um confronto entre jogadores e elementos oficiais de ambas as equipas", pode ler-se no relatório publicado no site da Liga.

Assim, apesar da multa, Sérgio Conceição vai poder sentar-se e dirigir a equipa do banco no jogo de sexta-feira, frente ao Portimonense, no Estádio do Dragão. A SAD do FC Porto, entretanto, foi multada em 4.782 euros pelo facto de nenhum treinador do clube ter comparecido no flash interview após o jogo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG