Nacional afunda Desp. Chaves com bis de Rochez

Um bis do avançado hondurenho permitiu ao Nacional somar este domingo uma clara vitória, por 2-0, sobre o lanterna-vermelha, na 14.ª jornada da I Liga

Com o triunfo, os madeirenses subiram ao 12.º lugar, com 16 pontos, enquanto os flavienses ainda não venceram sob o comando de Tiago Fernandes, que somou a terceira derrota consecutiva, seguindo no último lugar, com sete pontos.

O ponta de lança Rochez foi o homem do jogo, ao apontar os dois golos da sua equipa, o segundo dos quais numa grande penalidade.

Apesar de um mau início de jogo, a primeira ameaça pertenceu ao Nacional, por Rochez, mas a defesa flaviense afastou.

Aos 25 minutos, o árbitro apontou para a marca de grande de penalidade, a favor do Chaves, considerando ter havido falta de Nuno Campos sobre Paulinho, na área, mas acabou por reverter a decisão após recorrer ao videoárbitro.

O Nacional, sempre mais perigoso e rápido que o adversário, criou novo lance de perigo, aos 33 minutos, num cabeceamento de Júlio César, com a bola a sair junto do poste da baliza contrária.

De tanto insistir, o Nacional chegou à vantagem, aos 35 minutos: cruzamento de Marakis, na esquerda, intercetado por Witi, que tocou de forma subtil para Rochez fazer o desvio, batendo o desamparado Ricardo.

Ainda antes do intervalo, aos 43 e 45, houve dois lances perigosos para o Chaves. No primeiro, Platiny surgiu na área do Nacional pela direita, mas perdeu tempo, rematando cruzado, mas ao lado. No segundo, após cruzamento de Niltinho, Platiny cabeceou para defesa de Daniel Guimarães.

O Nacional também teve uma boa oportunidade para ampliar a vantagem antes do intervalo, aos 45+2 minutos, com Witi a isolar-se, mas a permitir a defesa de Ricardo.

Na segunda parte, o jogo perdeu alguma qualidade, mas o Nacional aumentou a vantagem, aos 75 minutos, numa grande penalidade a punir mão de Avto na área flaviense.

Na cobrança, Rochez enganou Ricardo, atirando para o lado contrário para o qual se atirou o guarda-redes do Chaves.

O Chaves apenas reagiu aos 81 minutos, mas Bressan atirou ao lado, após assistência de Avto.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG