City de Bernardo Silva conquista Supertaça inglesa nos penáltis

A equipa de Pep Guardiola marcou primeiro, mas permitiu o empate num segundo tempo de grande nível do Liverpool. Na lotaria das grandes penalidades, o City não falhou nenhuma e conquistou a sexta Community Shield do seu historial.

O Manchester City conquistou este domingo a Supertaça de Inglaterra, ao vencer o Liverpool no desempate por grandes penalidades (5-4), após o 1-1 no final dos 90 minutos. No Estádio de Wembley, em Londres, a equipa de Pep Guardiola foi a primeira a marcar, mas no segundo tempo passou por momentos de grande aflição, permitindo o empate, acabando só por festejar nos penáltis

O City (atuou com uma camisola especial, sem patrocínio, para comemorar os 125 anos do clube) colocou-se em vantagem logo aos 12 minutos, no seguimento da cobrança de uma falta que originou a saída de Leroy Sané, por lesão. Um bom lance coletivo com David Silva a desmarcar Sterling na área e o avançado, livre de marcação, a colocar a bola no fundo das redes, com Alisson muito mal batido.

Logo a abrir a segunda parte, Sterling esteve perto de bisar, mas a bola bateu no poste esquerdo de Allison. Mas depois só deu Liverpool, com a equipa a surgir muito melhor no segundo tempo e quase a fazer o empate aos 57', num remate de Van Dijk após canto. Os jogadores dos reds ainda pediram golo, mas a bola não ultrapassou a linha. E no lance logo a seguir, Salah atirou a bola ao poste.

Com tanto domínio, adivinhava-se o golo do Liverpool, que aconteceu aos 77 minutos. Matip, que tinha entrado instantes antes, deu o melhor seguimento de cabeça a uma assistência de Van Dijk. Antes dos 90', os reds tiveram mais duas grandes oportunidades. No primeiro lance Claudio Bravo impediu o golo de Keita com uma enorme defesa. E já nos descontos, Kyle Walker cortou em cima da linha de golo um remate de Salah que ia direitinho para a baliza.

Como na Supertaça de Inglaterra não há prolongamento, o jogo teve de ser decidido no desempate por grandes penalidades. E aqui o City foi mais forte (venceu por 5-4, com o guarda-redes Claudio Bravo a defender o remate de Wijnaldum), conquistando a sexta Community Shield do historial do City, depois de também ter vencido o troféu nas edições de 1937, 1968, 1972, 2012 e 2018.

Bernardo Silva, 24 anos, foi titular na equipa de Pep Guardiola e conquistou o seu sétimo troféu pelo Manchester City desde que assinou pela equipa em 2017: são já 2 ligas inglesas, 1 Taça de Inglaterra, 2 Taças da Liga e 2 Supertaças.

O jogo ficou ainda marcado por um facto: Pep Guardiola tornou-se no primeiro treinador de futebol em Inglaterra a ver um cartão amarelo, uma regra que entra também em vigor nesta temporada nos jogos do campeonato. O lance aconteceu aos 41 minutos, quando o técnico catalão protestou uma falta sobre David Silva e o árbitro mostrou-lhe o cartão amarelo.

Exclusivos