Casillas deixou o hospital: "Não sei o que será o futuro. O mais importante era estar aqui"

O guarda-redes do FC Porto teve alta esta segunda-feira, quase uma semana depois de ter sofrido um enfarte no miocárdio durante um treino e de ter sido internado. Agradeceu a todos mas não desvendou o que vai acontecer. "Pude contar e viver", referiu.

Iker Casillas deixou esta segunda-feira o Hospital da CUF, no Porto, quase uma semana depois de ter sido internado após ter sofrido um enfarte do miocárdio. Na breve declaração que fez à saída da unidade hospitalar, com a voz algo embargada e um pouco emocionado, o guarda-redes do FC Porto fez questão de agradecer todo o apoio recebido, mas não desvendou o que vai acontecer daqui para o futuro.

"Tive um acontecimento que pode acontecer a qualquer um e tocou-me a mim. É difícil falar, mas tenho que estar agradecido a todos os que se preocuparam e me fizeram sentir incrível. O importante é sair daqui com um sorriso, emociono-me com todos os que vieram até aqui. Obrigado ao doutor Nelson e a todos os que agiram rápido para atenuar o efeito do enfarte, pelas mil mostras de carinho nas redes sociais e a todos os que preocuparam comigo nestes últimos dias", começou por referir, após ter saído da porta do hospital de mão dada com a mulher, Sara Carbonero.

"Estou muito melhor, agora segue-se um repouso de um par de semanas ou meses, não sei. Dá-me igual. O importante é estar aqui. Sei que todos querem saber o que saber o que vai suceder. Vamos ter de esperar. Estou emocionado. Pude contar e viver, muito obrigado a todos e ao meu clube pelo gesto no estádio, no sábado e a quem enviou mensagens e não pude responder. Não sei o que será o futuro. O mais importante era estar aqui e poder falar de forma tranquila", acrescentou.

A mulher do jogador, Sara Carbonero, tinha revelado na sexta-feira que o guarda-redes de 37 anos podia receber alta nesta segunda-feira, o que se confirmou - estava internado desde 1 de maio e nesse dia foi sujeito a um cateterismo.

Ao longo destes dias, as mensagens de apoio têm surgido de todo o lado. Neste domingo, por exemplo, os jogadores o Real Madrid entraram em campo com uma t-shirt com a mensagem "Iker, todos contigo" antes da vitória sobre o Villarreal por 3-2. Na véspera, o guarda-redes recebeu a visita dos colegas de equipa do FC Porto.

"O futuro? É muito cedo para nos pronunciarmos acerca disso. Vai depender de muitos fatores: da medicação que ele terá necessidade de fazer, da avaliação que terá de ser feita não apenas em situações de repouso, mas também nas situações de stress com o exercício físico a que ele é sujeito nesta atividade de alta competição e também da vontade que ele tenha em continuar a fazer este tipo de atividade. Só depois de ponderados estes fatores, com muita calma e diálogo, é que vai decidir-se se vai e quer continuar. Mas que vai ficar perfeitamente recuperado e estabelecido, temos praticamente a certeza", explicou Nélson Puga, médico do FC Porto, no dia em que o guarda-redes foi internado.

Há pouco mais de um mês, Casillas renovou o contrato com o FC Porto, ao qual chegou em 2015/16, depois de ter feito toda a carreira no Real Madrid, ajudando os dragões a alcançarem o título de campeão nacional na temporada passada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG