Casillas decidiu terminar carreira mas fica na estrutura do FC Porto

Médicos desaconselharam o guarda-redes a prosseguir a carreira depois do enfarte que sofreu a 1 de maio, diz O Jogo. Casillas reagiu através de uma mensagem nas redes sociais, onde diz que vai ser reavaliado esta sexta-feira e remete para uma outra mensagem escrita há quase um mês.

Iker Casillas decidiu colocar termo à carreira e em breve irá tornar pública esta sua decisão. O guarda-redes do FC Porto conversou nesta quarta-feira com Pinto da Costa e transmitiu ao presidente a sua posição definitiva, devendo o seu futuro passar por um lugar na estrutura da SAD dos dragões.

A notícia é avançada esta quinta-feira pelo jornal O Jogo, que garante que o guarda-redes espanhol almoçou com Pinto da Costa e que nesse encontro ambos falaram do que iria ser o seu futuro, ficando prometido ao guardião um lugar na SAD, não se sabendo ainda bem em que cargo. Ainda de acordo com O Jogo, a decisão de Casillas em colocar um ponto final na carreira surgiu na sequência do conselho dos médicos.

O guarda-redes, entretanto, reagiu à notícia através das redes sociais, não confirmando se vai ou não terminar a carreira, e remetendo para uma outra mensagem que publicou a 17 de maio. "O mesmo que este 'tweet' de há um mês, tirando a parte da reavaliação com o médico. Mais que não seja porque a tenho amanhã [sexta-feira]. Abraço a todos", escreveu Casillas, remetendo depois para a mensagem que escreveu a 17 de maio: "Haverá um dia que terei de me retirar. Deixem-me anunciar quando chegar o momento. Por agora, tranquilidade. Ontem [quinta-feira], fui observado pelo Dr. Filipe Macedo. Está tudo bem. Isso sim é uma grande notícia que queria dar a todos."

Casillas sofreu um enfarte agudo do miocárdio no dia 1 de maio, quando se encontrava no centro de treinos do Olival. Foi imediatamente transportado para o hospital da CUF no Porto e sujeito a um cateterismo.

A notícia correu e mundo e, nas redes sociais, multiplicaram-se as mensagens de solidariedade. Amigos, colegas do futebol e clubes desejaram rápidas melhoras ao guardião espanhol, casos de Cristiano Ronaldo, Figo, David Beckham, assim como Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, a Federação Portuguesa de Futebol e a FIFA.

Em entrevista concedida o mês ao jornal O Jogo, Pinto da Costa já tinha manifestado vontade de ver o guardião a continuar a servir os dragões após pendurar as luvas. "É essa a nossa vontade. O Casillas tem mais um ano de contrato e queremos que fique na estrutura do FC Porto, e não é apenas mais um ano. Casillas é um dos nossos e terá sempre lugar no FC Porto", frisou o presidente portista.

Iker Casillas, de 38 anos, tinha renovado contrato com o FC Porto em março, ele que chegou ao Dragão em 2015/16, depois de ter feito toda a carreira no Real Madrid, tendo, na última temporada, ajudado os dragões a alcançarem o título nacional.

Numa carreira que já dura duas décadas, o guardião conquistou um Campeonato do Mundo e dois Europeus com a seleção espanhola e, ao serviço do Real Madrid, foi cinco vezes campeão de Espanha e levantou três vezes o troféu da Liga dos Campeões.

No seu currículo, Casillas tem ainda um Campeonato do Mundo de clubes e duas Supertaças europeias, além de duas Taças do Rei de Espanha.

Com 167 internacionalizações por Espanha, o guarda-redes entra na lista dos jogadores de sempre que mais vezes representaram a sua seleção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG