Casa Pia e Vilafranquense garantem inéditas subidas à II Liga

Os casapianos perderam 1-2, nos Açores, com o Praiense, mas acabam por ganhar a eliminatória graças ao golo marcado fora de casa. A equipa de Vila Franca de Xira venceu a U. Leiria no desempate por penáltis.

O Casa Pia e o Vilafranquense garantiram este domingo inéditas promoções à II Liga ao vencerem as meias-finais da fase final do Campeonato de Portugal.

Apesar de ter perdido nos Açores, com o Praiense, por 2-1, os casapianos, que tinham vencido na primeira mão, em casa, por 1-0, garantem a promoção aos escalões profissionais graças ao golo marcado fora.

A equipa lisboeta, que tem uma presença na I Divisão do futebol português em 1938/39, vai disputar pela primeira vez a II Liga, depois de um jogo com muito sofrimento em que o Praiense esteve na frente do marcador graças a um golo de Luciano Serpa logo aos dois minutos.

No início da segunda parte, os casapianos empataram a partida por Miguel Bandarra na transformação de um penálti, mas logo a seguir ficaram reduzidos a dez jogadores por expulsão de Ivan Dias, irmão do benfiquista Rúben Dias.

O Praiense, treinado por Francisco Agatão, falhou depois um penálti por João Peixoto, mas marcaria outro em cima dos 90 minutos Luciano Serpa, que assim bisou na partida.

Os instantes finais foram dramáticos, com uma expulsão para cada lado e com o Praiense a desperdiçar um livre direto na última jogada da partida. Com o apito final do árbitro o Casa Pia, treinado por Luís Loureiro, fez a festa da subida.

Já o Vilafranquense precisou de ir ao desempate por penáltis com a U. Leiria para garantir a subida. Na primeira mão tinha-se registado um empate 1-1, o mesmo resultado com que terminou o prolongamento este domingo em Vila Franca de Xira.

A equipa da casa, treinada por Filipe Moreira, adiantou-se no marcador por Kelvin, mas Helinho conseguiu o empate para os leirienses, comandados por Filipe Cândido.

No desempate por penáltis, o Vilafranquense acabou por vencer por 4-2 e festejou a subida aos escalões profissionais do futebol português em 62 anos de história.

Casa Pia e Vilafranquense vão agora discutir o título de campeão do Campeonato de Portugal, numa final marcada para o próximo domingo no Estádio Nacional, no Jamor.

Exclusivos