Campeã olímpica Simone Biles assume medicação para combater ansiedade

Ginasta foi uma das últimas vítimas de abusos do antigo médico da seleção norte-americano Larry Nassar

A ginasta multicampeã olímpica Simone Biles admitiu esta terça-feira que está a tomar medicação para combater a ansiedade desde que em janeiro confessou ser vítima de abuso sexual do médico da seleção norte-americana Larry Nassar.

"Agora estou a tomar medicação contra a ansiedade porque tive muitos altos e baixos durante o ano, tentando perceber o que estava a falhar", explicou a jovem norte-americana num programa da televisão ABC.

Nassar foi condenado a um mínimo de 40 anos de prisão por abusar de centenas de desportistas ao longo de vários anos.

"Não é fácil, mas graças às pessoas que me rodeiam, que são do melhor, é um pouco mais fácil", acrescentou a vencedora de quatro medalhas de ouro nos Jogos do Rio2016, antes de revelar que recorre "com regularidade" a terapia.

Biles foi uma das últimas vítimas do clínico a reconhecer publicamente os factos, em pleno apogeu do movimento #MeToo, que denuncia as agressões sexuais sofridas maioritariamente por mulheres de diferentes áreas da sociedade.

"Eu também sou uma das muitas sobreviventes que sofreram de abusos sexuais por parte de Larry Nassar", escreveu a ginasta de 21 anos, e que soma 14 títulos mundiais, na sua conta do Twitter.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG