Campeã olímpica e mundial de natação termina carreira aos 22 anos

A lituana Ruta Meilutyte, que sofreu uma depressão no ano passado, falhou três controlos antidoping e enfrentava uma castigo de um a dois anos.

A nadadora lituana Ruta Meilutyte, que no último ano revelou ter sofrido uma depressão, anunciou esta quarta-feira o fim da carreira desportiva, aos 22 anos, na qual se sagrou campeã olímpica e mundial.

"Estou prestes a começar um novo capítulo na minha vida. Obrigado a todos os que me apoiaram neste caminho", disse a nadadora, em comunicado, acrescentando querer viver coisas simples, crescer, e conhecer-se melhor e ao mundo.

O anúncio acontece depois de a Federação Lituana de Natação ter indicado no início de maio que Meilutyte enfrentava uma sanção de um a dois anos de suspensão, por três falhado três controlos antidoping, o que a afastaria dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

"A nadadora assumiu a total responsabilidade de falhar os controlos", explicou a federação, acrescentando que Meilutyte não informou as autoridades internacionais de antidopagem dos locais em que permanecia, a fim de poder ser testada.

Com apenas 15 anos, Meilutyte conquistou nos Jogos Olímpicos Londres2012 a medalha de ouro nos 100 metros bruços, antes de alcançar igualmente o título mundial, no ano seguinte, em Barcelona, Espanha.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.