Bruno Fernandes: "Não vamos deixar que ninguém de fora nos continue a dividir"

Capitão do Sporting publicou uma mensagem no Instagram, apelando ao apoio de adeptos e associados do clube.

Bruno Fernandes assumiu o "momento muito complicado" que o Sporting atravessa, mas apelou ao apoio de adeptos e sócios através de uma publicação no Instagram.

"Não é momento para muita conversa, até porque sei que as palavras de pouco vão servir. Estamos num momento muito complicado onde somos os primeiros as estar frustrados e revoltados com os resultados. O ambiente que se tem vivido não pode ser usado como desculpa para os resultados negativos, mas neste momento o universo sportinguista tem de se unir, vocês melhor do que eu sabem o que é ser Sporting e o que é a constante tentativa de dividir este clube. Têm marcado presença sejam muitos ou poucos, têm apoiado e contestado com todo o direito de o fazer! Mas neste momento que sei que não é fácil para vocês, mas acreditam que não o é igualmente para nós", começou por escrever o capitão leonino.

"Queremos sair desta situação o mais rápido possível e só juntos o podemos fazer, sei que com vitórias tudo se tornará mais fácil e faremos de tudo para que assim seja. O Sporting precisa de união mas sobretudo o Sporting precisa de vocês adeptos e sócios!", apelou o médio internacional português, que esta quinta-feira voltou ao onze na derrota com o Rio Ave (1-2), para a Taça da Liga, após ter cumprido castigo na receção de segunda-feira ao Famalicão (1-2), para o campeonato.

"Não vamos deixar que ninguém de fora nos continue a dividir, quer se goste ou não dos jogadores, quer se goste ou não do treinador, quer se goste ou não da direção o que importa é o SPORTING CLUBE DE PORTUGAL! Somos da raça que nunca se vergara", concluiu o centrocampista de 25 anos.

Há precisamente três meses, curiosamente, o presidente Frederico Varandas tinha recordado numa entrevista à Sporting TV que, no início da época passada, Bruno Fernandes "andava nas redes sociais a pedir desculpa aos adeptos". "Eu tenho memória. Antes do mercado de janeiro, com José Peseiro a treinador, com Nani e Montero na equipa, Bruno Fernandes andava nas redes sociais a pedir desculpa aos adeptos", disse o líder leonino a 27 de junho.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG