Brigid Kosgei bate recorde da maratona que durava desde 2003

A atleta queniana correu a prova disputada em Chicago em 2:14.04 horas, superando a marca estabelecida pela britânica Paula Radcliffe há 16 anos.

A queniana Brigid Kosgei bateu este domingo o recorde mundial da maratona, ao correr a distância em 2:14.04 horas, em Chicago, fazendo cair a marca de 2:15.25 que pertencia à britânica Paula Radcliffe desde 2003.

Na maratona de Chicago, Brigid Kosgei, de 25 anos, retirou um minuto e 21 segundos ao recorde de Radcliffe, estabelecido na maratona de Londres em 2003.

O recorde pessoal de Brigid Kosgei na distância era de 2:18.20 e foi estabelecido este ano em Londres, quando a queniana se tornou na atleta mais jovem a vencer a maratona londrina.

Esta nova melhor marca mundia surge no mesmo fim de semana em que o também queniano Eliud Kipchoge se tornou no primeiro homem a baixar das duas horas na distância da maratona.

Exclusivos

Premium

Legionela

Maioria das vítimas quer "alguma justiça" e indemnização do Estado

Cinco anos depois do surto de legionela que matou 12 pessoas e infetou mais de 400, em Vila Franca de Xira, a maioria das vítimas reclama por indemnização. "Queremos que se faça alguma justiça, porque nunca será completa", defende a associação das vítimas, no dia em que começa a fase de instrução do processo, no tribunal de Loures, que contempla apenas 73 casos.