Atlético de Madrid com dois casos positivos antes de viajar para Lisboa

Ángel Correa e Sime Vrsaljko foram os jogadores que testaram positivo, segundo a Marca

O Atlético de Madrid anunciou este domingo que se registaram dois casos positivos de covid-19 entre os membros da equipa espanhola que preparava a deslocação a Lisboa, para disputar a fase final da Liga dos Campeões de futebol.

De acordo com a Marca, Ángel Correa e Sime Vrsaljko foram os jogadores que testaram positivo, encontrando-se ambos em isolamento, sem sintomas.

Entretanto foi ativado o protocolo de atuação para estes casos, o que implicou esta segunda-feira a realização de novos testes à covid-19 aos elementos do clube que devem viajar para Lisboa, entre os quais deverá estar o avançado internacional português João Félix, bem como aos contactos mais próximos dos casos positivos. Todos os restantes elementos da estrutura testaram negativo.

Esta situação obrigou o Atlético Madrid a adiar para esta terça-feira a viagem para Lisboa, que estava marcada para o final da tarde desta segunda-feira, assim como o treino da manhã desta segunda-feira, que passou para a tarde.

O clube da capital espanhola fez o anúncio dos dois casos positivos, ainda que sem revelar os nomes dos infetados, a quatro dias do jogo dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, na quinta-feira, em que o Atlético de Madrid vai defrontar os alemães do Leipzig, a uma só mão, no estádio José Alvalade, em Lisboa.

"Entre os resultados hoje [este domingo] conhecidos há dois positivos de covid-19, que estão isolados nos respetivos domicílios. Foram comunicados de imediato às autoridades sanitárias espanhola e portuguesa, à UEFA, à Real Federação Espanhola de Futebol, à Federação Portuguesa de Futebol e ao Conselho Superior do Desporto", refere a nota do clube.

O Atlético explica que foram testadas um total de 93 pessoas, ou seja, toda a primeira equipa de futebol e as pessoas que trabalham diretamente com ela.

Em Portugal, o emblema da capital espanhola vai treinar no no centro de estágio do Benfica, no Seixal.

"O clube coordenará os novos horários com a UEFA e assim que exista um novo plano será tornado público", acrescenta o comunicado.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG