As imagens dos festejos do título pelo qual o Liverpool esperava há 30 anos

Reds já não venciam o campeonato inglês desde 1990. Covid-19 impediu comemoração em multidão, mas não evitou alguns ajuntamentos

Quis o destino que os entusiastas adeptos do Liverpool tivessem de se conter nos festejos da conquista do tão ansiado título inglês, que escapava ao clube de Anfield há precisamente 30 anos. O covid-19 impediu a comemoração em multidão, mas não evitou alguns ajuntamentos.

A equipa de Jurgen Klopp sagrou-se esta quinta-feira campeão inglês, 30 anos depois, ao beneficiar da derrota do Manchester City no reduto do Chelsea, por 2-1, em encontro da 31.ª jornada da Premier League.

Os reds, que já não conquistavam o título desde 1989/90, somaram o 19.º cetro da sua história, colocando-se a um do recordista Manchester United, em seca desde o adeus de Alex Ferguson, em 2012/13.

A sete rondas do fim, o Liverpool totaliza 86 pontos, mais 23 do que o Manchester City, segundo colocado, e pode ainda bater o recorde de pontuação estabelecido pelo conjunto do catalão Pep Guardiola em 2017/18, com redondos 100 pontos.

Em Stamford Brige, o norte-americano Christian Pulisic, aos 36 minutos, e o brasileiro Willian, aos 78, de grande penalidade, marcaram para os londrinos, enquanto o belga Kevin De Bruyne faturou para os visitantes, de livre direto, aos 55.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG