Anthony Lopes: "Seleção? Tive uma longa conversa com o selecionador..."

Guarda-redes internacional português, que representa os franceses do Lyon, está afastado das convocatórias da seleção nacional desde o Mundial 2018

Afastado das convocatórias da seleção nacional desde o Mundial 2018, o guarda-redes Anthony Lopes justificou a ausência em declarações ao site do Lyon, clube francês que representa desde 2012 enquanto sénior e desde 2000 contabilizando camadas jovens.

"Tive uma longa conversa com o selecionador [Fernando Santos] e sei para onde quero ir. Quero estar um pouco mais concentrado no Lyon e na minha família", revelou o guardião internacional português por sete vezes.

Após algumas polémicas em França, Anthony Lopes admitiu que está mais calmo. "Coloquei a minha família e o clube em perigo. Tive um momento muito complicado. Desapontei as pessoas e a mim mesmo. Após o jogo de Marselha na temporada passada [em que agrediu um membro da equipa técnica adversária], estava na seleção e foi complicado. Disse a mim mesmo que tinha que assentar e ser o homem que sou fora do campo. Estou muito calmo. Tive uma grande falha, mas agora sou eu quem acalma os outros", afirmou, bem-disposto.

Esta entrevista surge em vésperas do dérbi entre o Lyon e o Saint-Étienne, agendado para esta sexta-feira. "Estamos aguardar o jogo com ansiedade. É a primeira data que marcamos no início da temporada. É um sentimento muito especial porque já o experienciei enquanto adepto. Há muita pressão. Vivemos este dérbi desde muito jovens, representamos uma cidade inteira, um povo inteiro e é um orgulho poder fazer isso. É impossível eu alguma vez vestir as cores do Saint-Étienne", atirou o guarda-redes.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG