Agora é oficial. San Siro vai mesmo ser demolido

A revelação foi feita por dirigentes do AC Milan e do Inter, que vão construir em parceria um novo e moderno estádio perto do velho estádio.

O mítico Estádio Giuseppe Meazza, também conhecido como San Siro, vai mesmo ser demolido. O anúncio foi feito pelos dirigentes de AC Milan e Inter, que partilham o velho recinto inaugurado em 1926.

Os dois clubes há muito que estudavam a hipóteses de avançar para um novo e moderno recinto, tendo agora chegado a um acordo que também envolve o município de Milão, que é a proprietária do estádio.

"Vamos fazer um novo San Siro juntos, perto do local onde está o atual estádio, que será demolido e dará lugar a prédios", anunciou Paolo Sacaroni, presidente do Milan, em Lausanne, na Suíça, onde se encontrou com Alessandro Antonello, diretor executivo do Inter.

Neste momento ainda não há data marcada para o início das obras, mas a ideia inicial era o novo recinto estar pronto a usar na época 2022/23.

Sacaroni admitiu que se trata de "um processo muito complicado", mas admite que seria "muito bom" se, conforme é desejo da autarquia milanesa, "a cerimónia de abertura dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026 fosse realizada no novo estádio San Siro". É que Milão e Turim apresentaram a candidatura junto do Comité Olímpico Internacional para a organização desse evento, competindo com Estocolmo.

Giuseppe Sala, autarca de Milão, deixou a garantia de que o atual Giuseppe Meazza vai funcionar até 2026. "O município é dono do estádio e temos um contrato de longo prazo com os dois clubes", acrescentou, fazendo votos de que a cerimónia de abertura dos Jogos de 2026 se realizem no novo estádio.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG