Adjuntos de Jorge Jesus já têm funções definidas no Sporting

Raul José e Miguel Quaresma vão deixar de trabalhar com o técnico do Al-Hilal e chegam a Alvalade em janeiro

Raul José e Miguel Quaresma vão deixar de ser adjuntos de Jorge Jesus, rompendo assim uma ligação de mais de dez anos. Os dois técnicos vão deixar o Al-Hilal da Arábia Saudita em janeiro, altura em que vão integrar os quadros do Sporting, onde vão ter novos cargos nas suas carreiras.

Ao que o DN apurou, Raul José, de 55 anos, vai chefiar o departamento de scouting dos leões, enquanto Miguel Quaresma, de 65 anos, passará a ser o diretor técnico para a formação, funções que serão asseguradas até janeiro por Paulo Gomes, que há cerca de um mês foi contratado para ser o diretor-geral da Academia de Alcochete.

Refira-se que Raúl José era adjunto de Jorge Jesus desde 2004/05 no Moreirense, enquanto Miguel Quaresma passou a fazer parte dessa equipa técnica em 2006/07, no Belenenses.

Além destes dois reforços para a estrutura leonina, o presidente Frederico Varandas já garantiu a contratação de Rodolfo Correia, antigo jogador do Estrela da Amadora e do FC Porto, que desde o início da época treinava a equipa de sub-23 do Al-Hilal, para onde foi indicado por Jorge Jesus. Rodolfo irá ser um dos adjuntos do treinador principal, o holandês Marcel Keizer, devendo começar a trabalhar nos próximos dias.

Ainda por definir está a situação de Tiago Fernandes, treinador que assegurou a transição entre José Peseiro, de quem foi adjunto, e Marcel Keizer. No entanto, o mais certo é que seja anunciada em breve a sua saída do Sporting.

Na equipa técnica do treinador holandês está garantido o seu adjunto Roy Hendriksen, sendo que Gonçalo Álvaro fica como preparador físico, tendo como superior hierárquico o iraniano Alirezza Rabbani, que dirige a Unidade de Performance, que na prática irá motorizar os aspetos físicos de todos os jogadores do plantel sportinguista.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG