50 mil adeptos em treino aberto levam a interdição da Bombonera

Governo da Cidade de Buenos Aires notificou Boca Juniors porque houve excesso de público no treino aberto desta quinta-feira. Se a equipa vencer a Libertadores este sábado, não poderá festejar no próprio campo

O Governo da Cidade de Buenos Aires notificou o Boca Juniors de que o Estádio La Bombonera será interdito devido à presença de 50 mil adeptos no treino aberto desta quinta-feira, o que é considerado excesso de público.

O presidente do clube xeneize, Daniel Angelici, confirmou que recebeu a ata, mas vai recorrer. "Os advogados do clube estão a trabalhar. Entrou mais gente do que a que podia entrar, ocuparam as escadas...", admitiu o dirigente.

"Pedimos desculpas aos adeptos, ficou gente de fora, mais de dez mil pessoas. O Boca não tem medida, apenas agradecimento às pessoas", afirmou Angelici, em vésperas do jogo da 2.ª mão da Taça Libertadores, que será disputado este sábado no campo do rival River Plate, o Estádio Monumental, também em Buenos Aires.

Se não conseguir suspender ou anular a interdição antes da hora do jogo (20.00), vai por água abaixo o plano de festejar na Bombonera em caso de conquista do título continental.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG